Macaé News
Cotação
RSS

Segurança turística é tema de encontro

Publicado em 09/06/2018 Editoria: Segurança sem comentários Comente! Imprimir


Secretário de estado de Segurança do Rio faz palestra para o trade

Juntos por um Rio mais positivo. Seguindo esta premissa o trade turístico do Estado do Rio de Janeiro se reuniu, na manhã desta sexta-feira (8), no Belmond Copacabana Palace para a exposição do trabalho que vem sendo desenvolvido pela secretaria de estado de segurança. Na ocasião, foi apresentado também o Programa Estadual de Segurança Pública para Procedimentos em Áreas Turísticas. As ações que serão desenvolvidas no segundo semestre deste ano e números que comprovam a diminuição da criminalidade, também foram pauta do encontro.

Nilo Sergio Felix, secretário de estado de Turismo do Rio de Janeiro, participou do evento e lembrou que o turismo é um setor fundamental para o desenvolvimento não apenas do Rio de Janeiro, bem como do Brasil.

- A palavra chave para o desenvolvimento do turismo do Estado é integração. O turismo envolve 52 setores da economia e é uma das atividades que mais gera empregos e renda para a população. A união entre os setores público e privado será fundamental para alavancar um segmento tão importante para a economia.

O secretário de estado de Segurança do Rio de Janeiro, General Richard Nunes, fez uma ampla palestra onde falou sobre os cem dias da intervenção e apresentou índices referentes a ações criminosas, não apenas direcionadas a turistas, como também à população.

- Antes de mais nada, quero frisar que não há segurança sem desenvolvimento, nem ordem sem progresso. A intervenção tem um objetivo comum que deve ser compartilhado por todos. Infelizmente, tudo o que acontece no estado do Rio de Janeiro, repercute nacional e internacionalmente. Precisamos mostrar, através de índices, que os números são extremamente positivos para validar todo o trabalho que temos desenvolvido.

O secretário Richard mostrou, ainda, uma queda acentuada em ações criminosas contra os turistas como, por exemplo, o número de roubos durante a Semana Santa. Este ano foram contabilizados quatro casos e, em 2016, registrados 20. Se forem comparados os índices do mês de abril o resultado é ainda mais promissor. Em 2016, foram 80 notificações e este ano 40.

O secretário Richard Nunes ressaltou que a intervenção tem quatro objetivos principais: recuperar a capacidade operativa dos órgãos de segurança pública; baixar os índices de criminalidade no estado do Rio de Janeiro; fortalecer os órgãos de segurança pública como instituições de Estado; e aumentar a percepção de segurança. Em relação à atuação da segurança em áreas turísticas, foram destacadas as sete regiões em que o estado foi dividido para que as ações sejam integradas, com acompanhamento de metas e de resultados.

O encontro foi organizado pelo presidente ABIH-RJ – Associação de Hotéis do Rio, Alfredo Lopes, que reforçou a importância dos agentes públicos e privados trabalharem em conjunto. Para ele, o evento reforça a importância da parceria público-privada como agente de mudança.

- O combate à criminalidade se dá com agentes em campo, mas também passa previamente pelas áreas de saúde, educação, assistência social e geração de empregos. E cada um de nós tem papel fundamental neste cenário. A apresentação de um Programa de Incentivo traz perspectivas concretas para toda a cadeia produtiva do receptivo turístico do Estado, no qual a atividade hoteleira é a principal âncora.

› FONTE: Ascom Setur Rio


sem comentários

Deixe o seu comentário

Digite as palavras abaixo: