Macaé News
Cotação
RSS

Faculdade Salesiana de Macaé debate os 50 anos do golpe militar

Publicado em 04/04/2014 Editoria: Educação sem comentários Comente! Imprimir


Exibição do documentário “O dia que durou 21 anos”será aberto ao público

         Alunos, professores e convidados da Faculdade Salesiana de Macaé (FSMA) participam, no próximo dia 15, a partir das 18h30min, da exibição do documentário “O dia que durou 21 anos”, que integra a programação do projeto Bodas de Chumbo, sobre os 50 anos do golpe militar de 1964 no Brasil.

         Durante a ditadura militar, muitos professores, estudantes e intelectuais tiveram suas obras censuradas e foram obrigados a buscar exílio. As faculdades e universidades, berços do conhecimento, foram cenários de protestos e lutas durante o período, que deixou marcas na vida intelectual e política brasileira.

         Para o jornalista e professor Gerson Dudus, organizador do projeto, “trazer essa discussão para o meio acadêmico é fundamental para a compreensão da história da nossa sociedade e amadurecimento dos jovens alunos. O documentário que será exibido mostra em detalhes o envolvimento político, financeiro e militar dos EUA na elaboração e execução do golpe, qu resultou numa ditadura de mais de 20 anos”.

E para a também jornalista e coordenadora do curso de Comunicação Social da FSMA, Andreia Gorito, “é importante que os jovens conheçam o passado de nossa sociedade e que valorizem e façam bom uso da democracia vigente, lutando pela igualdade de direitos e liberdade de expressão todos os dias”.

O documentário será exibido na sala 300. A entrada é gratuita. A FSMA está situada na Rua Monte Elísio, s/nº, no bairro Visconde de Araújo. Para os alunos dos cursos de Jornalismo e Publicidade serão concedidas 4 horas de atividades complementares.

› FONTE: Macaé News (www.macaenews.com.br)


sem comentários

Deixe o seu comentário