Macaé News
Cotação
RSS

Supermercados investem em tecnologia para reduzir tempo na fila

Publicado em 12/05/2018 Editoria: Economia sem comentários Comente! Imprimir


Quem está acostumado a fazer compras em supermercado sabe que a parte mais chata da tarefa é esperar na fila do caixa para passar os produtos no caixa e assim pagar a conta. Nos Estados Unidos, a gigante do e-commerce Amazon lançou neste ano sua primeira loja física de conveniência. A Amazon Go, instalada em Seattle, não possui caixa registradora nem atendentes para computar suas compras.

Quem controla a entrada e a saída dos clientes são sensores e câmeras habilitados com visão computacional, que registra tudo o que é colocado ou retirado das prateleiras. Ao entrar, o cliente passa o celular na catraca da loja, pega o produto que deseja e simplesmente sai. O único trabalho é baixar o aplicativo, que serve para identificar o usuário e envio da cobrança na conta pessoal da Amazon.

No Brasil ainda não existe essa modernidade toda, mas os supermercados já começam a se preparar para reduzir o tempo de fila. Os sócios do Sam’s Club, por exemplo, agora contam com aplicativo que escaneia os produtos colocados no carrinho e, ao final, um código de barras é gerado para ser lido pelo caixa exclusivo.

Antes de começar a utilizar, é preciso ser sócio do Sam’s Club e baixar o aplicativo Click & Go. O programa só funciona quando o celular estiver dentro de uma das 12 lojas participantes no Estado de São Paulo, por enquanto. No segundo semestre, a tendência é que se expanda para as demais do país.

As vantagens são muitas, já começando pelo fato de não ser necessário ficar procurando o preço de cada produto, pois, uma vez escaneado, o app mostra o valor na tela do celular. Segundo: se comprar mais de um item igual, basta ir clicando no sinal de + para adicionar outros. Terceiro: não é preciso tirar tudo do carrinho para passar no caixa e depois voltar tudo.

Ao abrir o aplicativo, o cliente terá a opção de usar o scanner para registrar cada produto ao ser aproximado do código de barras. O recurso funciona quando as funções wi-fi e GPS estiverem ativas. Depois, basta clicar em “finalizar” e escolher se quer comprar sacolas por 0,26 centavos cada uma.

O teste piloto foi realizado em abril na loja de Tamboré, na Grande São Paulo, e foram feitos mais de 6.000 downloads. Segundo o Sam’s Club, o cliente que utilizou o aplicativo para realizar suas compras registrou aumento de duplo dígito no tíquete médio em relação ao modelo tradicional de atendimento.

A rede não informa o investimento feito na modalidade, mas afirma que, futuramente, o app ganhará duas novas funcionalidades: campanhas personalizadas de push para comunicação de ofertas exclusivas e da preferência de cada usuário, e lista de compras sugerida baseada na recorrência e nos hábitos de consumo dos associados. Hoje, o Sam’s Club possui 1,7 milhão de sócios nas 27 lojas do país. Para se tornar um é preciso pagar anuidade de 75 reais.

› FONTE: Abril


sem comentários

Deixe o seu comentário

Digite as palavras abaixo: