Macaé News
Cotação
RSS

Sistema de Voucher Único será implantado em Macaé pelo Comtur

Publicado em 10/05/2018 Editoria: Turismo sem comentários Comente! Imprimir


Todos os representantes das entidades envolvidas estiveram reunidos planejando as ações para criar o Voucher em Macaé

Todos os representantes das entidades envolvidas estiveram reunidos planejando as ações para criar o Voucher em Macaé

O Conselho Municipal do Turismo (Comtur) de Macaé recebeu, nesta quinta-feira (10), a visita do presidente do Conselho Municipal de Turismo do município de Bonito, Cícero Ramos Peralta, para apresentação do trabalho que transformou a cidade sul-mato-grossense em uma verdadeira referência em sustentabilidade. Através da criação do Voucher Único, o turismo de Bonito obteve reconhecimento nacional nesse quesito, sendo considerado por 14 anos o melhor destino de Ecoturismo no Brasil.

Esse reconhecimento também ocorreu à nível internacional, em 2013, quando o município foi premiado como o melhor destino de Turismo Responsável do Mundo. A expertise da cidade se tornou um projeto a ser implementado em Macaé, através de uma parceria entre a Secretaria Adjunta de Turismo, o Conselho Municipal de Turismo e a Câmara Municipal. Todos os representantes das entidades envolvidas estiveram reunidos planejando as ações para criar o Voucher em Macaé.

O Voucher Único é o principal instrumento de controle e ordenamento da atividade turística em Bonito-MS. É um documento fiscal que garante o controle on-line do número de pessoas por atrativo turístico e o pagamento devido do imposto. O voucher só pode ser emitido por uma agência de turismo local e cadastrada na Prefeitura Municipal de Bonito. Com aproximadamente 20 mil habitantes, a cidade vem desenvolvendo esse trabalho no setor do turismo. Desde então, o empresário Cícero Ramos ministra palestras sobre o trabalho realizado em Bonito, a fim de ajudar outros municípios a organizar ações de desenvolvimento turístico.

Cícero conta que o Conselho Municipal de Turismo (Comtur), foi criado em 1995 em Bonito. "Ainda no mesmo ano, através da instrução normativa n° 001/95, o próprio Comtur estabeleceu a obrigatoriedade de utilização do chamado Voucher Único. O visitante recebe o voucher nas agências de turismo local, no momento de sua ida ao passeio turístico, com duas vias: uma para ser entregue ao atrativo turístico e outra para o guia de turismo. Estas vias serão a garantia de pagamento - tanto do guia quanto do passeio, diante de seu contratante: a agência", explicou.

O sistema de gestão do turismo de Bonito, através do Voucher Único, propiciou praticamente a eliminação da sonegação de impostos pelos prestadores de serviços turísticos locais, além do controle do número de visitantes nos passeios, conforme estabelecido por lei e do estabelecimento de garantias de prestação de serviços e recebimento de remunerações por parte dos agentes atuantes no turismo bonitense.

De acordo com Renato Nicoli, presidente do Conselho Municipal de Turismo de Macaé, ainda este ano serão iniciadas as ações do processo de implantação do Voucher Único na cidade. "Os setores e poderes estão unidos se organizando para os avanços turísticos da cidade. Nenhum passeio poderá ser realizado sem o voucher, pois nele está especificado o horário do passeio, o número de vagas e o guia turístico. Será  um documento fiscal municipal. O voucher é sistematizado, tendo seu controle online, e uma vez emitido, todos os atores do turismo (guias, atrativos turísticos, transporte e etc.) ficam cientes e se tornam responsáveis pelo controle de satisfação do visitante. O voucher só pode ser emitido por uma agência de turismo local e credenciada", pontuou.

O secretário de Turismo, Leonardo Anderson, destacou que um dos órgãos responsáveis pelo setor é o Conselho Municipal de Turismo onde um de seus objetivos é desenvolver programas e projetos de interesse turístico visando incrementar o fluxo de turistas no município de Macaé em conjunto com a Secretaria Municipal Adjunta de Turismo. "A busca pela melhoria na área da qualificação e infraestrutura deve ser constante e com a vinda do presidente do Comtur de Bonito, compartilhando as experiência de um destino já consolidado, nos ajuda a definir as ações de promoção do destino Macaé".

Durante o encontro, Ronaldo Moraes, da Agência de Turismo, enfatizou que os Vouchers Únicos são os ingressos para os passeios emitidos exclusivamente pelas agências de turismo da cidade. "As agências de turismo locais são responsáveis pela contratação dos guias de turismo e pela emissão dos vouchers que autorizam a entrada aos passeios e conforme lei municipal é obrigatório que os passeios sejam realizados com o acompanhamento de guias especializados e credenciados da cidade".

Representando o Convention Bureau, Guilherme Abreu, destacou a importância das diretrizes traçadas baseadas no modelo de Bonito. "Os preços são tabelados. O sistema de Voucher Único é conhecido como modelo de organização e cuidado ambiental, com política de preservação dos seus atrativos turísticos naturais. Macaé está no caminho certo". Representando a Câmara Municipal, o vereador Welbert Rezende, apoiou as ações planejadas como políticas públicas de desenvolvimento turístico.

Em Macaé, a eleição dos membros do Conselho Municipal do Turismo (Comtur), por meio da Lei 1.714/96, foi realizada em fevereiro deste ano. A presidência do Conselho está com o empresário, Renato Nicoli, também presidente do Polo Gastronômico Praia dos Cavaleiros. O mandato é para o período de dois anos. A cidade foi elevada para a categoria A do mapa do setor - instrumento do Ministério do Turismo que identifica o desempenho da economia nesta área e direciona verbas federais. A proposta da gestão de Renato Nicoli é consolidar parcerias e proporcionar o envolvimento dos mais variados setores socioeconômicos.

Bonito - O município faz jus ao nome com belezas naturais de características únicas. Lugar ideal para quem busca sintonia com a natureza. Várias são as opções de passeios como a flutuação, mergulho, arborismo, cavalgada, balneários, piscinas naturais boia-cross, entre tantas outras, são pelo menos 46 opções de passeios.

Macaé - Considerada a Capital Nacional do Petróleo, Macaé cresceu em ritmo acelerado. O turismo de negócios impulsionou os investimentos em hotéis e nos serviços, em especial nos quesitos lazer e gastronomia. A riqueza de Macaé não se resume ao petróleo. Privilegiada, a cidade tem mar e serra em um só lugar, com praias e cachoeiras para todos os gostos.

› FONTE: Ascom


sem comentários

Deixe o seu comentário

Digite as palavras abaixo: