Macaé News
Cotação
RSS

Mais viaturas reforçam a segurança de todo Estado

Publicado em 12/04/2018 Editoria: Segurança sem comentários Comente! Imprimir


Ao todo serão 750 veículos

Ao todo serão 750 veículos

Mais uma conquista para a segurança pública do estado do Rio. Nesta semana, a Polícia Militar apresentou as novas viaturas que estão sendo preparadas para reforçar o patrulhamento nas ruas. Dos 580 veículos adquiridos com recursos da própria corporação, 85 chegaram em três carretas, na noite de terça-feira (10/4) e madrugada desta quarta-feira (11/4), ao Batalhão de Polícia de Choque (BPChq). Ao todo serão 750 veículos que irão atuar principalmente na Capital, mas também nos municípios do interior, como Macaé, Rio das Ostras e todo estado, sendo 530 rádios-patrulha, 50 carros descaracterizados para serviço reservado e 170 veículos utilitários.

Segundo o deputado Christino Áureo, que estava recentemente a frente da Casa Civil, foram investidos  R$ 64,3 milhões e os primeiros 290 carros deverão estar prontos para entrar em operação até o fim deste mês.

- O processo de aquisição das viaturas começou no ano passado. Em dezembro de 2017, o TCE aprovou edital de licitação. Em janeiro os veículos foram adquiridos e começaram a ser preparados.  Como venho dizendo a todos, com a adesão ao Regime de Recuperação Fiscal, o governo começou a contar com recursos para novos investimentos. Tenho muito orgulho de ter participado deste processo. Agora de volta a Alerj, continuarei batalhando por melhores condições de segurança para todos .

Frota

Em outro passo importante para recompor a frota da PM, desde fevereiro, mais de 700 viaturas passaram por reformas em 61 oficinas credenciadas em todo o estado. Este primeiro lote, orçado em R$ 2,5 milhões, representa 30% das viaturas que deixaram de circular por problemas de manutenção durante o ano passado. A recuperação de toda a frota, assim como a manutenção contínua dos veículos durante o ano, é resultado de edital de licitação aprovado pelo TCE, com previsão orçamentária total de R$ 93 milhões.

› FONTE: Ascom


sem comentários

Deixe o seu comentário

Digite as palavras abaixo: