Macaé News
Cotação
RSS

InForma realiza palestra para pacientes com sobrepeso

Publicado em 21/03/2018 Editoria: Saúde sem comentários Comente! Imprimir


O atendimento é feito por uma equipe multidisciplinar composta por nutricionista, psicólogo e fisioterapeuta

O atendimento é feito por uma equipe multidisciplinar composta por nutricionista, psicólogo e fisioterapeuta

Pacientes da linha de cuidado com sobrepeso e obesidade participaram na manhã desta quarta-feira (21), no auditório do Hospital São João Batista, de uma palestra com os profissionais do projeto InForma da Secretaria Municipal de Esportes sobre a importância de praticar atividades físicas adequadas no processo de emagrecimento.

A coordenadora do InForma, Francine Farah, explicou que avaliação física do paciente é feito por meio do Índice de Massa Corporal (IMC). Ela destacou que o praticante deve executar exercícios que sejam prazerosos e principalmente adequados para o seu processo de emagrecimento.

- Tivemos um paciente que descobriu no karatê uma forma de praticar exercícios e emagrecer, o que lhe trouxe prazer. Hoje, ele é faixa preta e até incentivou seu filho, que se tornou campeão, no esporte - comentou a coordenadora, destacando que o mais importante é ser exemplo de mudança e incentivar principalmente as atividades físicas na infância.

- É importante que os pais sejam o exemplo, comam bem e estimulem os exercícios físicos, pois isso diminuirá o percentual de obesos em nossa sociedade, enfatizou Francine Farah.

A especialista mostrou ainda para o grupo quais são as atividades físicas oferecidas pela Secretaria Municipal de Esportes e fez um encaminhamento para que cada paciente passe por uma avaliação mais minuciosa com um profissional de Educação Física e com um médico.

A nutricionista da Divisão de Área Técnica de Alimentação e Nutrição (Catan), Bianca Ovídio, explica que o ambulatório Especializado em Obesidade funciona no Pronto-Socorro Municipal (PSM) localizado na Rua Luiz Belegard, s/nº, Imbetiba, atendendo pacientes com IMC maior que 40 kg/ m², encaminhados por profissionais de nível superior da Rede de Atenção à Saúde do município.

- O atendimento é feito por uma equipe multidisciplinar composta por nutricionista, psicólogo e fisioterapeuta. No caso do atendimento realizado por nutricionista, cada paciente recebe um planejamento alimentar individual, informou.

O psicólogo Cidnei Bertussi conta que o trabalho desenvolvido no ambulatório consiste em realizar avaliações seguindo o protocolo para que pacientes possam estar aptos a se submeter a uma cirurgia bariátrica, quando houver indicação médica.

- Com os outros pacientes, procuramos avaliar se trata de uma pessoa ansiosa ou se possui uma compulsão alimentar - acrescentou, pontuando que não tem como definir o tempo de tratamento e quando o paciente terá alta porque depende da individualidade biológica.

O atendimento acontece às quartas-feiras com o psicólogo, às quintas-feiras com a nutricionista e às sextas-feiras, à tarde, com o fisioterapeuta. Pela manhã, as atividades em grupo da fisioterapia são desenvolvidas na Casa da Convivência.

Pacientes buscam saúde e melhor qualidade de vida

Os pacientes que procuram o ambulatório Especializado em Obesidade buscam ter mais saúde e uma melhor qualidade de vida. Esse é o objetivo da aposentada Maria Dalva Gomes, que frequenta o grupo desde 2015.

- Gosto muito das reuniões e melhorei muito a minha forma de alimentar. Pretendo passar pela cirurgia bariátrica, pois tenho pressão alta, diabete e alteração no hormônio da tireoide. Quero emagrecer, frisou.

O carpinteiro Diefferson Araújo também se prepara para se submeter a uma cirurgia bariátrica. Segundo ele, há três anos passa por avaliações e frequenta o grupo especializado.

- Aprendi a me reeducar em geral, principalmente o meu modo de pensar e agir. Quando vou me alimentar, procuro comer alimentos que não vão me prejudicar. Já consegui diminuir o consumo de açúcar, e evito comer pão e macarrão, apesar de gostar muito. Comer é bom, mas quando exagero, fico com sentimento de culpa - concluiu.

 

› FONTE: SECOM


sem comentários

Deixe o seu comentário

Digite as palavras abaixo: