Macaé News
Cotação
RSS

Avaliação Saerjinho é aplicada na rede municipal em Macaé

Publicado em 01/04/2014 Editoria: Educação sem comentários Comente! Imprimir


Os estudantes Bruna Taynara Dias de Sá, de 11 anos e  Renan Mendes, de 10 anos, são alguns dos alunos  do 5º ano de escolaridade, que participaram nesta terça-feira (01/04)  do Sistema de Avaliação da Educação do Estado do Rio de Janeiro - Saerjinho - 2014. O gabarito da prova será divulgado na sexta-feira (04).

A prova é diagnóstica e visa conhecer o sistema educacional do município diante dos estudantes do 5º e 9º anos de escolaridade. A avaliação idealizada pela Secretaria Estadual de Educação faz parte da parceria entre os governos municipal e estadual, que segue a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, com o objetivo de assegurar o processo de avaliação do rendimento escolar no ensino fundamental e contribuir com a melhoria da qualidade do ensino.

Disciplinados, Bruna e Renan fazem parte de um grupo de 70 alunos do Colégio Municipal Interagir (Centro), uma das unidades que aplicaram a avaliação. Para eles, a prova foi boa. “Não achei nada difícil. Gosto muito de estudar e fazer provas como estas”, falou Bruna acompanhada da amiga Larissa Prado da Silva, de 10 anos.

Também bastante estudioso, o aluno Renan, comentou que  adorou  a prova, principalmente da disciplina de Português. “Só tive dificuldade de apenas uma questão de Matemática, mas a de Língua Portuguesa  respondi tudo. Adorei o texto “Aventura Perigosa”, que contou a história da amizade”, disse.

Prova-  A avaliação que foi aplicada em cerca de 50 escolas da rede municipal e foi direcionada para  um total de 4.696 alunos de 167 turmas do 5º e 9º anos.  O “Saerjinho” abrangeu  40 questões de múltipla escolha das disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática. Outras escolas municipais também aplicaram a prova como Ancyra Gonçalves Pimentel, Polivalente Anísio Teixeira  e Professora Maria Isabel Damasceno Simão.

O Caderno de Provas, ficará na unidade municipal, fator bastante elogiado  pelos professores do “Interagir”. Entre eles estão as educadoras Rosenilda Fidalgo e Maria Angélica Tavares Siqueira.

- A avaliação do Saerjinho foi excelente e muito proveitosa. Pude perceber que a garotada ficou ansiosa, mas se mostrou muito empenhada diante das questões de interpretação de texto e raciocínio lógico. Provas como essas  contribuem na preparação dos alunos, principalmente com o caderno de questões, que poderá ser trabalhado com a turma no decorrer do ano letivo -, pontuou Rosenilda. 

A prova também  foi apontada como positiva pelos  diretores da unidade municipal.  As diretoras Dilma Almeida (geral) e Danielle Vieira (adjunta) consideram a avaliação significativa para o processo ensino-aprendizagem.

- Essa é mais uma chance do  aluno ser avaliado e sabermos se ele  está preparado ou se tem que se dedicar mais em alguma área do ensino -, finalizaram.

› FONTE: Macaé News (www.macaenews.com.br)


sem comentários

Deixe o seu comentário