Macaé News
Cotação
RSS

Mães de crianças hospitalizadas participam de programação do Dia da Mulher

Publicado em 09/03/2018 Editoria: Geral sem comentários Comente! Imprimir


O objetivo da atividade é reforçar o apoio e possibilitar momentos diferentes para aquelas que estão vivenciando o dia a dia no hospital

O objetivo da atividade é reforçar o apoio e possibilitar momentos diferentes para aquelas que estão vivenciando o dia a dia no hospital

O Dia Internacional da Mulher (08/03) foi lembrado no decorrer desta semana de uma forma diferente na Classe Hospitalar que funciona no Hospital Público de Macaé. Mães que estão acompanhando as crianças e adolescentes hospitalizados tiveram a oportunidade de participar de uma programação especial. Nesta sexta (09) foram promovidas oficinas na brinquedoteca. As mães também receberam orientações sobre saúde, higiene e qualidade de vida, além de informações que visam reforçar o apoio aos pacientes.

O objetivo da atividade é reforçar o apoio e possibilitar momentos diferentes para aquelas que estão vivenciando o dia a dia no hospital. O atendimento da Classe Hospitalar acontece em parceria com a Secretaria de Educação e recebe estudantes até 12 anos, que estão internados no Hospital Público de Macaé (HPM).

Na quinta-feira (08) a homenagem foi marcada por uma atividade especial no pátio da pediatria. O espaço contou com apresentação do grupo HistoriArte, contadores de histórias da rede municipal e oficina de maquiagem. A atividade despertou o interesse de um grupo de mães. Unidas, elas tiveram a oportunidade de oferecer apoio uma para as outras. Nayara Nazaré de Raposo comentou que teve a chance de se distrair. “Gostei muito da oficina, aprendi a me maquiar. Meu filho Antony tem três meses. Ele teve que ficar internado por conta da infecção urinária. É muita preocupação, mas, em breve, ele terá alta”, conta.

Da mesma opinião é Cláudia Cristina de Oliveira. Ela é mãe de Eloah Cristina de Oliveira. Internada em virtude de uma crise convulsiva, a estudante de 6 anos da Escola Municipal Onilda da Costa acompanhou a mãe na programação. “Estou muito preocupada com minha filha. Mas, além dela ser atendida na Classe Hospitalar também recebi dicas, compartilhei ideias. Esse trabalho é muito legal”, observa.  

A ocasião também contou com apresentação do livro “O menino que era amigo do vento”, da escritora Pâmela Azevedo. Na ocasião, ela doou o material para Superintendência de Educação Inclusiva. O livro trata sobre o tema autismo, afetividade no  relacionamento  e fortalecimento da emoção da família que tem um filho autista. O lançamento da obra será no sábado, dia 24, na Cafeteria Piazza Navona, em São Pedro da Aldeia, às 19h.

Presentes, a superintendente de Educação Inclusiva, Cyntia Gonçalves e a coordenadora da Classe Hospitalar, Lisiany Braga, agradeceram o apoio da equipe e a participação das mães. “Sabemos que todas as mães  passam por momentos de angústia e dúvidas com a internação dos filhos. A Classe Hospitalar continuará desenvolvendo programações e oficinas em prol do bem estar das mães e estudantes atendidos”, pontua.

› FONTE: SECOM Macaé


sem comentários

Deixe o seu comentário

Digite as palavras abaixo: