Macaé News
Cotação
RSS

Bella Piero destaca que trama de Laura incentiva denúncia contra abuso sexual

Publicado em 27/02/2018 Editoria: Cotidiano sem comentários Comente! Imprimir


Bella Piero em cena da novela

Bella Piero em cena da novela "O Outro Lado do Paraíso" - Raquel Cunha/ Globo

São 22 anos de vida e uma profundidade tocante para viver uma personagem. Bella Piero, a Laura de &39;O Outro Lado do Paraíso&39;, emocionou o país nas cenas em que sua personagem relembra, revive e denuncia o abuso sexual sofrido na infância pelo padrasto Vinicius (Flavio Tolezani). Comovida pela trama, a atriz vibra com a repercussão, mas afirma ter "os pés no chão".

"Mas confesso que não esperava tanta resposta. Muitas meninas me mandam mensagens pelo Instagram, contando sobre os seus casos, os seus traumas e a luta diária que é para vencer tudo isso. Sinto que a missão foi cumprida".

DENUNCIAR É PRECISO

O corajoso exemplo de Laura na trama fez com que muitas vítimas de abuso se comunicassem com a atriz, que as incentiva para o caminho da denúncia.

"É assustadora a quantidade de vítimas que se sentiram representadas pela Laura e se sentiram também seguras em virem conversar comigo e compartilhar tudo o que aconteceu ou ainda acontece. Fora as meninas que se identificaram tanto com a personagem que foram buscar ajuda com psicólogos. Recebo tanta mensagem que, às vezes, se torna difícil responder todas.

Mas leio tudo e tento responder a maioria", comenta Bella. "O serviço da trama é mostrar a importância de não viver aprisionada nesse medo, de não desistir de denunciar o abusador, mesmo que esse tenha mais poder e a Justiça seja, muitas vezes, lenta. É dar força e coragem para lutar contra a ainda forte cultura machista e de estupro. E para abrir os olhos omissos das mães e pais, sobre a relação que constroem com seus filhos".

Como publicado em O DIA, as cenas do folhetim provocaram uma onda de denúncias contra esse crime no Rio. Segundo a titular da Delegacia da Criança e Adolescente Vítima (DCAV), Juliana Emerique, no dia seguinte os telefones da unidade não pararam de tocar e três pessoas registraram casos de pedofilia.

E o que Bella diria para tantas outras vítimas deste tipo de violência, espalhadas por todo o país?

"Boa essa pergunta, porque me permite responder a todas as meninas que me mandaram mensagens pessoais e eu ainda não consegui retornar. Gostaria de fazer todas vocês, que infelizmente passaram ou ainda passam por situação parecida, entenderem que a culpa nunca foi de vocês", diz. E completa: "O abuso sexual é um crime realizado por alguém doente e que precisa ser denunciado. Sei o quanto é difícil, primeiro aceitar que essa situação é real. Mas a gente só pode mudar a realidade se enfrentarmos. Busquem ajuda profissional e lembrem que vocês não estão sozinhas. E não podem se calar! Lugar de abusador é na cadeia. Força!"

A carioca confessa que viver Laura está sendo transformador. "Vivê-la tem me feito crescer absurdamente e em um curto espaço de tempo. Me atrelei a ela de uma forma muito intensa. Meu corpo sente todas suas dores e meu coração vibra para que ela se liberte de tanta dor e trauma. Muitas cenas ainda vão rolar, e ela vai passar por muitas emoções (e eu junto). Mas acho que a Bella já se tornou uma atriz e ser humano bem mais consciente e com mais força para lutar pelo que acredita. E principalmente pelo espaço, voz e poder da mulher na nossa sociedade".

Depois de uma personagem tão marcante, o que mais a atriz, que começou a carreira no teatro aos 8 anos, quer?

"Sonho tanto! Estou muito feliz de ter tido a oportunidade de dar vida a Laura. Está sendo um divisor de águas na minha carreira. Agora, sonho em manter o nível de qualidade de personagem com as próximas que vierem, tão emblemáticas quanto (amo desafios!), seja no cinema, no teatro ou na TV", diz.

Depois de toda repercussão de tornar seu trauma público, parece que Laura vai começar a superar e ter um pouco de paz. Após a morte de Vinícius (Flávio Tolezani) na prisão, e a ida da mãe, Lorena (Sandra Corveloni), para São Paulo, ela ficará ainda mais próxima de Rafael (Igor Angelkorte), que esteve todo tempo ao seu lado. Ela também vai buscar apoio de uma psicóloga para acompanhá-la neste processo de superação.

E nos próximos capítulos, o casal vai viajar para o Jalapão, no Tocantins, em uma segunda lua de mel, e vai se dar uma chance para ter o contato físico mais íntimo, que não conseguiu ter desde que os dois casaram.

"A linguagem que eles falam é a do amor e com um registro de cumplicidade e transparência raro de se ver. Mas não vivem um amor romântico. Eles já passaram por muitos desafios e ainda vão enfrentar muitas lutas! Mas depois da tempestade toda, vão criar forças para renascer. Acredito que nascerá um novo casal. Mais maduro e ainda mais conectado", torce Bella.

› FONTE: O Dia


sem comentários

Deixe o seu comentário