Macaé News
Cotação
RSS

Presidente do Flu lamenta desejo de Dourado de sair

Publicado em 14/01/2018 Editoria: Geral sem comentários Comente! Imprimir


O presidente do Fluminense, Pedro Abad, comentou as declarações do atacante Henrique Dourado, que manifestou publicamente, nesta sexta-feira, a intenção de deixar o Fluminense. Após o empate por  1 a 1 com o PSV da Holanda, Dourado disse que espera poder defender outro clube nesta temporada. Também depois do confronto, em entrevista coletiva, Abad explorou o assunto.

-Temos que ressaltar o nível extremo de profissionalismo do Henrique, que se apresentou, viajou, se dedicou ao máximo nos treinos e também durante o jogo. Ele deve ser parabenizado por isso. Além disso, sempre foi um atleta com uma postura muito franca, muito direta, sempre quis fazer as coisa da maneira correta e isso tem que ser respeitado. Ele nos passou a vontade de não permanecer no clube. A minha vontade era de que ele ficasse, ele é um simbolo da reconstrução do Fluminense. Um atleta que, quando chegou, a torcida pegava no pé e ele foi reconstruindo essa imagem - disse Pedro Abad.

O presidente Tricolor afirmou que não tem interesse em dificultar a saída do jogador, no entanto vai buscar um acordo que não seja prejudicial ao clube

- A gente sabe que não adianta ter no elenco um jogador insatisfeito, respeitamos isso, mas os interesses do Fluminense precisam ser preservados.O Fluminense investiu uma quantidade alta de recursos para trazer o Henrique, até hoje a gente paga as parcelas dos direitos econômicos dele. Vamos buscar uma saída que seja boa para os dois lados. Se chegar uma proposta no valor estipulado em contrato a gente não vai criar nenhum empecilho - finalizou o presidente.

Abad disse ainda que todas as negociações envolvendo Henrique Dourado tem acontecido por intermédio do agente do jogador e que, até agora, o Fluminense não recebeu nenhuma proposta que viabilizasse um acordo.

Com site oficial do Fluminense

› FONTE: Macaé News (www.macaenews.com.br)


sem comentários

Deixe o seu comentário