Macaé News
Cotação
RSS

Sinais de rádio misteriosos podem estar sendo enviados por aliens, diz estudo

Publicado em 11/01/2018 Editoria: Geral sem comentários Comente! Imprimir


Um grupo de astrônomos publicou, nesta quarta-feira (10), os resultados de uma investigação sobre as chamadas “rajadas rápidas de rádio”, sinais muito misteriosos, de lugares distantes do universo, que são estudados desde 2007. A pesquisa sugere que, diferente do que se insinuava antes, alienígenas não são os responsáveis por enviá-las. Mas alguns cientistas ainda acreditam que eles podem estar por trás das famosas rajadas.

Leia também: Erro no cálculo: astronauta volta atrás e diz que não cresceu 9 cm no espaço
De acordo com o portal Metro , a origem das transmissões – um grande mistério desde que foram descobertas, há 11 anos – sempre foi um debate entre astrônomos. As possibilidades vão de naves alienígenas até explosões estelares. Porém, até a publicação desta semana, na revista Nature , pouco se sabia sobre a proveniência das rajadas.

O grupo de astrônomos do projeto Breakthrough Listen, da Universidade da Califórnia, estudou o objeto FRB 121102, há três bilhões de anos-luz da Terra, e descobriu que ele é uma fonte destes sinais – e até agora, a única origem conhecida.

Como as transmissões se comportam de forma similar às produzidas em grandes buracos negros no centro de galáxias, os cientistas acreditam que as rajadas do FRB 121102 estejam sendo produzidas por uma estrela de nêutrons. Ou seja, pelo núcleo de uma estrela que já colapsou, que rotaciona em alta velocidade nas proximidades de um buraco negro.

Por mais que a hipótese citada seja a mais aceita, os pesquisadores também sugeriram que os raios podem ser “sinais de alta potência vindos de uma civilização avançada”. Para Vishal Gajjar, do projeto Breakthrough Listen e do Centro de Pesquisa SETI de Berkeley, é muito improvável que aliens estejam por trás das transmissões, mas o grupo “gostaria de testar várias hipóteses extraterrestres para a rajadas de rádio de curta duração em geral”.

Ainda existem muitas dúvidas acerca da possibilidade envolvendo a estrela de nêutrons: “como uma estrela morta pode produzir essa quantidade de energia?”, Gajjar exemplificou. E por isso, como o mecanismo em questão ainda não foi desvendado, eles gostariam de manter todas as possibilidades abertas, inclusive a de alienígenas.

Fonte: Último Segundo

› FONTE: Macaé News (www.macaenews.com.br)


sem comentários

Deixe o seu comentário