Macaé News
Cotação
RSS

1001 Espetáculos chega a Macaé com apresentações gratuitas

Publicado em 09/01/2018 Editoria: Cultura sem comentários Comente! Imprimir


Projeto conta com recursos de audiodescrição e libras

Projeto conta com recursos de audiodescrição e libras

O projeto 1001 Espetáculos, da Spiral Criativa e Instituto JCA, promove um final de semana com espetáculos gratuitos em Macaé. No sábado, dia 13, a Cia. Chirulico apresenta “Cantigas, Cantirolas e Palhaçadas”, às 11hs. Na parte da tarde, às 15hs, Fabiano Freitas comanda o espetáculo “Circo à Céu Aberto”. Já no domingo, dia 14, a Cia. Chirulico apresenta dois espetáculos: às 11hs tem “Gran Pequeno Circo Chirulico” e, às 15hs, é a vez de “Cortejo”.  As atrações contam com recursos de acessibilidade de audiodescrição e libras. A indicação é livre.

O projeto 1001 Espetáculos teve inicio em agosto de 2017 e já passou por Niterói,  Nova Friburgo e Rio de Janeiro. Os próximos destinos são as cidades de Macaé,  Itaperuna e Campos dos Goytacazes. O projeto vai até maio e, ao todo, vai oferecer 200 oficinas e 90 espetáculos teatrais gratuitos, beneficiando mais de 20 mil crianças, de 40 escolas públicas, e 33 mil espectadores em periferias com pouco ou nenhum acesso a equipamentos teatrais. São dez empresas, 26 profissionais e mais de 50 companhias, grupos e coletivos de artistas estão diretamente envolvidos com o 1001 Espetáculos. Mais de 70% do orçamento do projeto estão sendo reinvestidos nos mercados culturais locais e contribuindo para o crescimento da economia criativa no Estado do Rio de Janeiro.&8203;

O espetáculo será encenado em um ônibus transformado em equipamento teatral, com direito à estrutura de camarim, riders de luz e som, cenografia técnica e mobiliário de plateia. Durante a semana, o 1001 Espetáculos ocupa as escolas públicas municipais com oficinas de artes cênicas. Nos finais de semana, o projeto será levado aos espaços públicos com a apresentação de espetáculos de diferentes estéticas teatrais e apoiadas &8203;em temáticas da cultura popular local 100% acessíveis, &8203;com recursos de áudio descrição e intérprete de libras. &8203; Além de movimentar o mercado cultural local, o projeto vai oferecer espaço para que os comerciantes locais trabalhem durante a realização dos espetáculos em locais públicos.

Serviço

Sábado 13 de Janeiro

Cia Cia Chirulico - Cantigas, Cantirolas e Palhaçadas

Data e horário : 13/01 (sábado), às 11h

Local: Av. Miguel Peixoto Guimarães, Praça - Córrego do Ouro

Indicação: livre

Entrada: gratuita

Acessibilidade: audiodescrição e libras disponíveis

Sinopse:

Margarida, Gabiroba e Fornalha são inspirados nos palhaços do interior do Brasil e oferecem um espetáculo repleto de cantigas, versos, prosas, bonecos e brincadeiras tradicionais. Diferente de um espetáculo tradicional, onde existem atores e espectadores, nesta brincadeira popular todos são convidados a fazer parte e interagir com os palhaços em cena.  O espetáculo tem inicio com a história do mamulengo "Rosinha do Forrobodó e o Boi da Cara Preta". Rosinha pediu a Sivirino, seu compadre, para cuidar do seu filho, Mayco Dougras, enquanto ela ia lavar roupas. Mas, ao contrário do que foi combinado, Sivirino não ficou muito atento ao menino e o Boi da Cara Preta levou Mayco Dougras embora. Além dos bonecos de mamulengo, estão em cena a Burrinha Dorotéia e o Jaraguá, personagens tradicionais dos folguedos populares do Brasil.

Fabiano Freitas– Circo à Céu Aberto

Data e horário : 13/01 (sábado), às 15h

Local: Av. Miguel Peixoto Guimarães, Praça - Córrego do Ouro

Indicação: livre

Entrada: gratuita

Acessibilidade: audiodescrição e libras disponíveis

Sinopse:

Ator, pernalta, artista de rua e arte educador, Fabiano Freitas é o palhaço Piter Crash.

Com o espetáculo “Circo à Céu Aberto”, Fabiano busca resgatar para o espaço público a atmosfera poética do encontro, do aplauso e do sorriso, recriando números inspirados em esquetes clássicas do palhaço, e revela a potência de um “humor em estado puro”.

Domingo 14 de Janeiro

Cia Chirulico– Gran Pequeno Circo Chirulico

Data e horário : 14/01 (domingo), às 11h

Local: Praça Padre José de Anchieta Visconde de Araújo, Macaé 

Indicação: livre

Entrada: gratuita

Acessibilidade: audiodescrição e libras disponíveis

Sinopse:

Um cortejo musical feito pelos palhaços Margarida, Fornalha e Gabiroba anuncia a chegada do circo à cidade. Assim como nos grandes circos de lona, no Gran Pequeno Circo Chirulico os números principais são conduzidos por bonecos de manipulação direta e marionetes, intercalados com cenas tradicionais de palhaço. Passam pelo picadeiro deste circo o palhaço multitalentos Chirulico, o cavalo acrobata Mazzaropi e o faquir encantador de animais Raladim das Arábias.  O “Gran Pequeno Circo Chirulico” promove no imaginário popular a recordação dos circos de lona antigos, utilizando-se de palhaços atores e técnicas de teatro de bonecos. O palhaço ocupa papel central e, diferente do manipulador camuflado, brinca e interage com os bonecos manipulados, misturando elementos novos e antigos da linguagem circense. O espetáculo reúne duas técnicas de manipulação de bonecos: boneco de bancada e marionetes.

Cia Chirulico– Cortejo

Data e horário : 14/01 (domingo), às 15h

Local: Praça Padre José de Anchieta Visconde de Araújo, Macaé 

Indicação: livre

Entrada: gratuita

Acessibilidade: audiodescrição e libras disponíveis

Sinopse:

Cortejo musical com palhaços e repertório de músicas folclóricas, populares e infantis. Ruas, praças ou qualquer outro espaço podem se tornar cenário para esta ação. Acompanhados de seus instrumentos e utilizando-se de elementos circenses, do Teatro de Rua e de Bonecos, os palhaços criam novas possibilidades para o riso, por vezes ridículas e até imprevisíveis. O mágico encontro entre os palhaços e o público traz um novo sentido ao espaço e às relações. 

› FONTE: ascom


sem comentários

Deixe o seu comentário

Digite as palavras abaixo: