Macaé News
Cotação
RSS

Educação prepara inaugurações para iniciar o ano letivo

Publicado em 02/01/2018 Editoria: Educação sem comentários Comente! Imprimir


A rede municipal já começou a preparar a volta às aulas dos alunos com inaugurações, ampliações de escolas e adequações dos espaços. Neste mês serão inauguradas escolas nos bairros Lagomar, Visconde e Miramar. A finalidade é contribuir com o processo de ensino e atender dois mil novos estudantes. Estão previstas licitações de obras para novas escolas nos bairros Bosque Azul, Aeroporto, Barra e Lagomar.

Será inaugurada a nova escola de Educação Infantil Professora Norma Shirley da Silva Fernandes, no Lagomar, com capacidade para 200 novos alunos. A unidade vai funcionar na Rua W 5, s/nº, após o Colégio Municipal Paulo Freire. A data da inauguração será divulgada em breve. O espaço será dotado de 10 salas de aula, refeitório, cozinha, banheiro, sala de professores, secretaria e área externa para recreação. A nova escola, com dois mil metros quadrados, segue o padrão determinado pelo Ministério da Educação (MEC).

A programação de inaugurações prossegue com a abertura de duas novas escolas de horário integral nos bairros Visconde e Miramar. Ambas devem assistir 400 estudantes. No Miramar, a Escola Municipal de Educação Infantil Professora Arlete Ribeiro José será ampliada com três novas salas de aula. Com a expansão, 200 novos alunos poderão estudar no local. Já no Visconde, a unidade vai funcionar na Rua Leopoldina Araújo, 400. A escola contará com 10 salas de aula, secretaria, refeitório, cozinha e atendimento a cerca de 200 estudantes, o que vai permitir a ampliação do atendimento da Escola Neiva Mariano.

Colégio Maria Isabel e Escola Eda Daflon

O Colégio Municipal Professora Maria Isabel Damasceno Simão (Centro) vai compartilhar o prédio com a Escola Municipal Eda Daflon. O funcionamento das duas unidades no mesmo espaço será de forma temporária.

Para acompanhamento dos estudantes, as duas unidades vão funcionar em andares e horários de entrada e saída diferenciados. A intenção é acomodar, da melhor forma, os 500 estudantes e profissionais do primeiro ao quinto ano da Eda Daflon e os 900 alunos e educadores do Maria Isabel.

› FONTE: SECOM


sem comentários

Deixe o seu comentário