Macaé News
Cotação
RSS

Réveillon: 12,7 mil policiais vão atuar na segurança da população

Publicado em 30/12/2017 Editoria: Segurança sem comentários Comente! Imprimir


A Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro definiu o esquema de policiamento que será empregado neste Réveillon em todo o estado. Serão mobilizados mais de 12,7 mil policiais e 1.393 viaturas e para garantir a segurança da população das 8h de domingo (31) até o dia 1 de janeiro, com atenção especial para a orla da Capital, Niterói, Região dos Lagos e Costa Verde. Trata-se de um efetivo 19,6% superior ao do ano passado, quando foram empregados 10.694 policiais.

O Estado Maior Geral Operacional da PM, responsável pelo plano, montou uma força-tarefa com a participação de efetivos e equipamentos de todos os batalhões convencionais da Região Metropolitana e do interior, como também de Unidades do Comando de Policiamento Especializado (CPE) e do Comando de Operações Especiais (COE).

Para garantir a segurança da maior festa de réveillon do país, na Praia de Copacabana, a Polícia Militar mobilizou 1.822 policiais e 64 viaturas. Esse número refere-se apenas aos policiais fardados, responsáveis pelo policiamento ostensivo. Além deles, a corporação contará ainda com policiais da Corregedoria, Coordenadoria de Inteligência e do Estado Maior Geral, somando um efetivo superior a 1.900 homens somente em Copacabana.

Trinta torres de observação estarão posicionadas na orla de Copacabana – 15 na areia e 15 no calçadão. Além das viaturas, o policiamento também será realizado a pé, com motos, com cães e a cavalo.

Diferentemente das outras áreas do estado, onde o reforço começa a ser desmobilizado a partir das 8h do dia 1 de janeiro, o esquema de policiamento em Copacabana se estenderá até as 18h.

O Batalhão de Polícia de Choque (BPChq) vai atuar, a partir das 18h de domingo, nos 24 pontos de bloqueio em apoio à CET-Rio. O Grupamento Especial Tático em Moto Patrulhamento (GETEM) realizará comboios nas ruas em bairros de acesso à região da orla da Zona Sul. O Grupamento Aeromóvel (GAM), equipado com câmeras, vai monitorar os principais pontos da cidade. As imagens serão transmitidas em tempo real para o Centro Integrado de Comando e Controle Móvel (CICCM), que ficará posicionado na altura da Rua República do Peru com Avenida Atlântica. A Unidade de Controle de Distúrbios (UCD) também ficará junto ao CICCM.

Haverá ainda um esquema de plantão especial no Centro Integrado de Comando e Controle Móvel (CICC), na Cidade Nova, para acompanhar em tempo real as imagens geradas tanto pelas câmeras do helicóptero do GAM como pelas demais câmeras instaladas em diferentes pontos da cidade. Estarão atuando forma coordenada representantes das Polícias Militar e Civil, Corpo de Bombeiros, CET-Rio, Guarda Municipal e Centro de Operações Rio (COR).

Unidades especiais

O bairro de Botafogo e o Aterro do Flamengo vão receber apoio do Regimento de Polícia Montada (RPMont). Haverá também uma guarnição de cavalaria na orla de Copacabana. Policiais do Batalhão de Policiamento em Grandes Eventos (BPGE) usarão uniformes de praia e vão atuar nas areias da orla de Copacabana durante a noite. O Batalhão de Ações com Cães (BAC) vai atuar na estação de metrô da Cardeal Arcoverde, principal acesso de chegada e saída da festa, e na Central do Brasil.

As Unidades de Polícia Pacificadoras (UPPs) serão reforçadas. O Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE) ficará de prontidão e poderá ser acionado caso seja necessário. O reforço no policiamento na comunidade da Rocinha será mantido.

Vias Expressas e estradas

Além do Batalhão de Policiamento em Vias Expressas (BPVE), o Grupamento Tático de Ação Rápida (BPchoq/GTAR) vai patrulhar em apoio as linhas Amarela e Vermelha, e Avenida Brasil no período da tarde/noite.

O Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) iniciou o esquema de policiamento especial nas estradas estaduais desde sexta-feira da semana passada (22/12), para atender a demanda dos festejos de Natal. O esquema permanecerá operando até o dia 2 de janeiro de 2018. Foram empregados 400 policiais militares e 80 viaturas, com prioridade para as rodovias de maior movimento – RJ 104, 106, 124 (Via Lagos), além das estradas de acesso à Região Serrana e do trecho do Arco Metropolitano sob responsabilidade da Polícia Militar.

› FONTE: JB


sem comentários

Deixe o seu comentário

Digite as palavras abaixo: