Macaé News
Cotação
RSS

Quase cinco mil alunos participam do Saerjinho em Macaé

Publicado em 28/03/2014 Editoria: Educação sem comentários Comente! Imprimir


Sistema desenvolvido em Macaé identifica as deficiências educacionais para em seguida corrigí-las

Sistema desenvolvido em Macaé identifica as deficiências educacionais para em seguida corrigí-las

Será aplicado nesta terça-feira, dia primeiro de abril, em Macaé, o Sis­tema de Avaliação da Edu­cação do Estado do Rio de Janeiro (Saerjinho). Ao todo, 4.696 alunos de 167 turmas do 5º e 9º ano te­rão que fazer a prova, que será aplicada nos turnos da manhã e tarde.

Um dos objetivos do Sa­erjinho é identificar defici­ências educacionais para que possam ser corrigidas. Ele contribui também na elaboração de medidas para melhorar o processo de ensino na rede muni­cipal. Para isso, o projeto de aplicação da prova vai abranger duas vertentes: pedagógica, para a unida­de escolar acompanhar e monitorar os resultados, melhorando a qualida­de da oferta do ensino; e de gestão, direcionada ao diagnóstico

Para a secretária de Educação, Lúcia Thomaz, por meio do Saerjinho, a rede municipal tem como finalidade chegar a um melhor planejamento pe­dagógico voltado para as competências básicas. “Também temos intenção de reforçar a qualidade de ensino, em especial aque­les que apresentam defasa­gem-idade-série”, ressalta.

Segundo a subsecre­taria de Ensino Funda­mental, o Saerjinho é uma ferramenta fundamental para os professores, já que possibilita o manuseio dos resultados obtidos por seus alunos e análise das questões.

O SISTEMA

A prova contará com 40 ques­tões e será aplicada pelos próprios professores de turmas. Os estu­dantes vão receber cartões-respos­tas e provas com códigos específi­cos, em que terão que identificar nomes dos alunos, das turmas e da unidade municipal.

Além disso, o Caderno de Pro­vas, ficará na unidade municipal, como forma de mecanismo peda­gógico para ser utilizado durante o dia a dia com os alunos, principal­mente nas aulas de Língua Portu­guesa e Matemática.

O Saerjinho faz parte de uma parceria entre os governos muni­cipal e estadual e segue a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. A proposta é assegurar o processo de avaliação do rendi­mento escolar nos ensinos funda­mental e contribuir com a melho­ria da qualidade do ensino.

› FONTE: Macaé News (www.macaenews.com.br)


sem comentários

Deixe o seu comentário