Macaé News
Cotação
RSS

Aplicativo garante acesso rápido à lista dos medicamentos do SUS

Publicado em 13/12/2017 Editoria: Saúde sem comentários Comente! Imprimir


Com ajuda da tecnologia, qualquer pessoa que tem um celular ou tablet agora pode saber quais os medicamentos disponibilizados pelo município podem ser obtidos de maneira gratuita pelos pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS). O Centro Regional de Informações sobre Medicamentos (Crim), da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), em parceria com a prefeitura, acaba de disponibilizar o aplicativo da Relação Municipal de Medicamentos Essenciais (Remume). Os interessados podem fazer o download do aplicativo (smartphones, tablets e celulares android) no seguinte link: https://goo.gl/x8AoN2.

De acordo com Jordean de Souza Silva, graduando em Farmácia, da equipe do Crim, o Centro já responde às dúvidas dos cidadãos, mas com o App o objetivo é facilitar a consulta dos profissionais à listagem de medicamentos, bem como orientar quanto aos locais e os documentos necessários para retirada. Isso economiza tempo e auxilia para que o paciente siga seu tratamento até o final de maneira gratuita.

O site do Crim UFRJ-Macaé http://crimufrjmacae.wixsite.com/crim-ufrj-macae para smartphones, tablets e celulares Android.
Na tela inicial o aplicativo traz a relação dos medicamentos de A – Z, as classes terapêuticas, produtos de uso interno na unidade, onde encontrar e os documentos necessários. No App também é possível encontrar mais informações sobre cada medicamento essencial.

Conheça o Crim

O Crim atende profissionais, estudantes e a população no esclarecimento de dúvidas sobre medicamentos, além de gerar informes e boletins de informações relacionadas. Faz parte da Rede Brasileira de Informações sobre Medicamentos (Rebracim), composta por centros geradores e divulgadores de informações relevantes e confiáveis sobre medicamentos. Funciona como um canal entre a universidade e a sociedade para difundir as informações sobre medicamentos.

A equipe é formada por farmacêuticos, professores e alunos do curso de Farmácia da UFRJ-campus Macaé Professor Aloísio Teixeira. O Crim funciona no Hospital Público Municipal (HPM).

› FONTE: Macaé News (www.macaenews.com.br)


sem comentários

Deixe o seu comentário