Macaé News
Cotação
RSS

Cerca de 240 animais são devolvidos à natureza em 2017

Publicado em 13/12/2017 Editoria: Meio Ambiente sem comentários Comente! Imprimir


Quem encontrar algum bicho exótico pode entrar em contato com a Sema (22) 2772-3571 ou 2772-3597

Quem encontrar algum bicho exótico pode entrar em contato com a Sema (22) 2772-3571 ou 2772-3597

A Coordenadoria de Fauna da Secretaria de Ambiente e Sustentabilidade (Sema), junto com a Guarda Ambiental, devolveu uma média de 20 animais por mês ao habitat natural, no ano de 2017. Isso significa cerca de 240 animais silvestres e marinhos salvos. O bicho mais encontrado nas periferias de Macaé foi o gambá. Várias espécies de papagaio, como a raridade Chauá, também fizeram parte da lista.

O coordenador dessa área, Fernando Barreto, e o apicultor Auender Rodrigues, enumeraram outras aves devolvidas à natureza como gavião carcará, falcão quiriquiri, falcão peregrino (muito raro) e as corujas buraqueira, suindara (da Igreja), murucututu e do mato.

Uma parceria importante da Coordenadoria de Fauna, quando o animal encontrado é marinho, se realiza com o Centro de Tratamento de Animais (CTA). Neste caso, o centro, que tem base em Macaé, mas funciona em Araruama, leva para o meio natural tartarugas marinhas. "Algumas chegam vivas à praia", comenta Fernando.

Dentre os animais encontrados também estiveram neste ano as cobras d&39;água, limpa campo e jiboia. "Ouriços apareceram no final deste ano", conta.

Há animais de restinga como a coruja buraqueira e o sabiá da praia (em extinção). Entretanto, outros são provenientes da Mata Atlântica, como o tucano sul, capturado este ano. Os locais de soltura destes animais não são divulgados para evitar a presença de caçadores.

Para pleno restabelecimento de animais feridos há os viveiros de quarentena situados nos parques do Barreto e Atalaia. Também foram devolvidos ao meio ambiente aves como o gaivotão, fragata e trinta-réis.

Quem encontrar algum bicho exótico pode entrar em contato com a Sema (22) 2772-3571 ou 2772-3597. O telefone da Guarda Ambiental é (22) 99701-9770. Para animais marinhos, o telefone do CTA é  0800-0262828.

- É gratificante ver os animais que resgatamos serem devolvidos à natureza. O Instituto Estadual de Ambiente (Inea) também é um parceiro muito necessário - diz o coordenador de Fauna. Ele completa informando que também têm ocorrido neste final de ano trabalhos de remoção e resgate de abelhas, que se encontram em áreas de risco para a população, cuja colmeia é transportada para locais isolados.
 

› FONTE: Ascom


sem comentários

Deixe o seu comentário