Macaé News
Cotação
RSS

Alunos buscam vagas para olimpíadas de astronomia no exterior

Publicado em 27/03/2014 Editoria: Educação sem comentários Comente! Imprimir


Cerca de 60 alunos do ensino médio de todo o país, que participaram da XVI Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA), em 2013, foram selecionados para participar de um encontro que vai escolher as equipes para representar o Brasil nas olimpíadas de astronomia no exterior. O exame será aplicado entre os dias 30 de março e 02 de abril em Barra do Piraí, no estado do Rio de Janeiro.

A primeira fase, que aconteceu depois da prova nacional, foi online. Nesse encontro, as provas serão presenciais e vão definir os representantes da delegação brasileira nas Olimpíadas Internacional de Astronomia e Astrofísica (IOAA) e Latino-Americana de Astronomia e Astronáutica (OLAA) de 2014.

De acordo com o Dr. João Batista Garcia Canalle, coordenador nacional da OBA, os estudantes vão fazer provas teóricas de astronomia e prova teórica de céu, como, por exemplo, localizar em mapas constelações e estrelas. “Eles vão fazer uma prova de manuseio de telescópios e outra de reconhecimento do céu real, pois terão que identificar determinadas estrelas, constelações ou aglomerados de estrela”, comenta.

- Os jovens terão um treinamento prévio por meio do planetário digital inflável cedido pelo Museu de Astronomia e Ciências Afins (MAST). Caso o céu esteja nublado, vão fazer prova de reconhecimento do céu dentro da cúpula do planetário digital – explica.

Até hoje, a OBA já conta com quase 6 milhões de participantes. Em 2013, a olimpíada distribuiu 34 mil medalhas  e reuniu 775 mil alunos de aproximadamente 9 mil escolas de todas as regiões do Brasil, envolvendo quase 63 mil professores .

Organização

A IOAA é reconhecida pela União Astronômica Internacional (IAU, na sigla em inglês) e exige que cada país se comprometa a sediar uma edição da olimpíada, arcando com todas as despesas relativas ao evento, que recebe apoio de diferentes setores da sociedade.

Fundada na cidade de Montevidéu, Uruguai, a OLAA acontece desde 2009 e é coordenada por astrônomos de vários países.

A OBA é coordenada por uma comissão formada por membros da Sociedade Astronômica Brasileira (SAB) e da Agência Espacial Brasileira (AEB).

Mais informações:

Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA):

http://www.oba.org.br

› FONTE: Macaé News (www.macaenews.com.br)


sem comentários

Deixe o seu comentário