Macaé News
Cotação
RSS

Parque Atalaia recebe Conselheiros do Mosaico Mico-Leão-Dourado

Publicado em 08/12/2017 Editoria: Meio Ambiente sem comentários Comente! Imprimir


O Mosaico Mico-Leão-Dourado integra 21 unidades de conservação da natureza da região

O Mosaico Mico-Leão-Dourado integra 21 unidades de conservação da natureza da região

Essa semana, o Parque Atalaia sediou reunião ordinária do Conselho do Mosaico Mico-Leão-Dourado. O objetivo do encontro – do qual fizeram parte representantes de áreas protegidas da região, de universidades, de secretarias municipais de meio ambiente e de associações de proprietários rurais – foi discutir temas como a captação de recursos para a realização de projetos ambientais.

Outra proposta dessa reunião foi o fortalecimento das unidades de conservação ambiental, com maior apoio aos proprietários de Reservas Particulares do Patrimônio Natural (RPPNs). Também foi ressaltado pelos agentes ambientais que estas áreas - que se localizam em fazendas privadas - são tão importantes como as áreas protegidas de domínio público.

O Mosaico Mico-Leão-Dourado integra 21 unidades de conservação da natureza da região, como parques, reservas biológicas, Área de Preservação Permanente (APA) e Reservas Particulares do Patrimônio Natural, somando um total de 209.000 hectares, abrangendo desde áreas de Macaé até Rio Bonito. Este Mosaico tem como propósito a integração de recursos e esforços para a conservação ambiental, notadamente do mico-leão-dourado, da Mata Atlântica e dos recursos hídricos, como os rios Macaé e São João, bem como se preocupa em promover o desenvolvimento sustentável da região.

Participaram do encontro representantes da APA da Bacia do Rio São João, Rebio Poço das Antas, Rebio União, Parque Natural da Biquinha, Parque Municipal Córrego da Luz, Parque Municipal do Atalaia, Parque Nacional do Mico Leão Dourado, proprietários de RPPNs, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Ibama de Cabo Frio e associação de proprietários rurais.

De acordo com o presidente do Mosaico Mico-Leão-Dourado, Rodrigo Mayerhofer, também chefe da APA do Rio São João/Mico-Leão-Dourado, com a proteção da Mata Atlântica, proporcionada pelas áreas protegidas da região, também estarão protegidos os serviços ambientais prestados por estas áreas, a qualidade e a quantidade das nascentes d&39;água, o controle climático, a manutenção das espécies de fauna e flora, a purificação do ar, a contenção de encostas e outros.

O chefe do Parque Atalaia, Alexandre Bezerra, ressaltou que: "Reunir tantos gestores ambientais no Parque Atalaia é uma grande honra e demonstra o quanto estamos igualmente engajados na luta pela conservação da natureza e de manter os benefícios proporcionados por ela, fazendo valer todos os esforços de nossa dedicada equipe de gestão do Atalaia".

› FONTE: SECOM


sem comentários

Deixe o seu comentário