Macaé News
Cotação
RSS

Escolas municipais recebem vacinação contra HPV em Macaé

Publicado em 27/03/2014 Editoria: Saúde sem comentários Comente! Imprimir


Flávio Sardou

Flávio Sardou

Estudantes como Natália Pires  e Isabele  Helena Gerônimo, de 13 anos, do Colégio Municipal Generino Teotônio de Luna (Virgem Santa) fazem parte de um grupo de estudantes da rede municipal, que   receberam nesta quarta-feira (26)  a vacinação contra o Papiloma Vírus Humano (HPV).  

A vacina é o primeiro de uma série de cuidados que  deve se adotar para a prevenção do HPV e do câncer do colo do útero. O vírus HPV é a principal causa do câncer do colo de útero, terceiro tipo mais frequente entre as mulheres, atrás apenas do de mama, de cólon e de reto. Segundo a secretária de Educação, Lúcia Thomaz,  a vacinação nas escolas segue o lema do Programa  Saúde na Escola, que prima pela prevenção, promoção e atenção a saúde dos estudantes.   

Ansiosas, as meninas fizeram questão de receber a imunização. “Sei que é muito importante receber a vacina para o bem da minha saúde”, disse Isabele. Devidamente autorizadas pelos pais, as  alunas do 7º ano de escolaridade,  Sheila Souza Santos e Gabriela Carvalho Ledoíno, de 13 anos, fizeram questão de entrar na fila da vacinação. “No começo fiquei com medo da vacina por conta da dor. Depois chamei até minhas outras amigas. Temos que nos cuidar!”, contou.

A vacinação nas escolas é realizada  em parceria com a secretaria de Educação, por meio do Programa de Saúde Escolar, as equipes de Estratégia de Saúde da Família (ESF) e a direção das escolas particulares, que também estão recebendo  as doses .

Na lista de unidades municipais também  estão Samuel Brust, Ancyra Gonçalves Pimente, Oscar Cordeiro, Claúdio Moacyr de Azevedo e Maria Isabel Damasceno Simão. Nesta quinta-feira (27) será a vez do Colégio Municipal Engenho da Praia.  As doses também estão disponíveis em 34 unidades de saúde do município.

Orientação-  Antes de receber a vacina, a equipe de enfermagem visita a escola e faz um trabalho de orientação e conscientização com as alunas. Entre os enfoques abordados estão “ O que é HPV”, “Importância da prevenção  do câncer de colo de útero” e “Qualidade de vida”.

Para aplicação, a secretaria  de Saúde foi orientada para programar a vacinação na rede municipal de ensino desde o último dia 10. As unidades municipais de ensino  tiveram que  informar, com antecedência, aos pais ou responsáveis a data de vacinação e solicitar autorização dos pais  e responsáveis.

Tanto no ambiente escolar como nos postos de saúde, a vacina é aplicada por profissionais de saúde. Os pais ou responsáveis, que não quiseram  que a adolescente fosse vacinada, tiveram que preencher e enviar à escola o termo de recusa distribuído pela unidade municipal antes da vacinação.

Unidade de saúde- No caso das unidades de saúde, é importante que a adolescente apresente a caderneta de vacinação. Para assegurar a aplicação das três doses, o serviço de saúde também  registra cada adolescente imunizada, monitora a cobertura vacinal e realiza, se necessário, a busca ativa das meninas. A eficácia da medicação é entre 70% a 80% a algumas vezes até a 90%.

Esquema vacinal

Ao iniciar a imunização, seja na escola ou no posto de saúde, a adolescente receberá orientações sobre aonde se dirigir para a administração da segunda dose, que ocorrerá na unidade de saúde. Com isso, as meninas deverão tomar três doses, sendo a segunda com seis meses, que será em setembro de 2014, e a terceira com 60 meses, ou seja, com cinco anos após a primeira dose.

A gerente do Programa de Imunização, Cláudia Campanati, explica que a vacinação na escola é mais fácil para adesão da campanha, já que as meninas estão todos os dias no colégio. Até a última  sexta-feira  (21), foram imunizadas 3.400 jovens. Não há contra indicação, a única recomendação é de que a jovem não esteja em período de gestação.

› FONTE: Macaé News (www.macaenews.com.br)


sem comentários

Deixe o seu comentário