Macaé News
Cotação
RSS

Rejeitada convocação do secretário de Infraestrutura de Macaé

Publicado em 14/11/2017 Editoria: Geral sem comentários Comente! Imprimir


O documento que pedia a convocação foi assinado por nove vereadores

O documento que pedia a convocação foi assinado por nove vereadores

Após um acalorado debate, seguido de um empate na votação, o pedido para convocar o secretário municipal de Infraestrutura, Célio Chapeta, foi rejeitado na sessão desta terça-feira (14), na Câmara Municipal de Macaé. O documento que pedia a convocação foi assinado por nove vereadores para que Chapeta prestasse esclarecimentos sobre a falta de investimentos e manutenção de diversos bens públicos pela cidade. Diante do empate, o presidente Eduardo Cardoso (PPS) decidiu pela derrubada do requerimento.

Apesar de ter se manifestado favorável à vinda de secretários ao Legislativo para prestar esclarecimentos à população, Eduardo disse que votaria contrário à convocação de Chapeta. Segundo ele, a decisão foi tomada em atendimento a um pedido do líder da bancada governista, Márcio Bittencourt (PMDB). “Mas já vou logo avisando que é a última vez que faço isso. Se o requerimento for reapresentado em janeiro de 2018, eu votarei favorável”, advertiu.

O vereador Valdemir da Silva Souza (PHS), o Val Barbeiro, que também havia assinado o requerimento, voltou atrás na última hora e votou contra, empatando a votação. “Pensei melhor e acredito que é hora de nos unirmos. Não adianta só criticar, temos que ter fé para construir uma cidade melhor”, disse Barbeiro.

Os parlamentares da oposição – Marcel Silvano (PT), Maxwell Vaz (SD), Luiz Fernando Pessanha (PT do B), Marvel Maillet (Rede), Renata Paes (PSC) e George Jardim (PMDB) -, que hoje ganharam o reforço dos vereadores José Queiróz dos Santos Neto, o Neto Macaé (PTC), e José Franco de Muros, o José Prestes (PPS), lamentaram que Val Barbeiro tenha voltado atrás na decisão de convocar o secretário de Infraestrutura.

Problemas de infraestrutura na cidade

Marvel Maillet explicou os motivos pelos quais era necessária a convocação de Chapeta e enumerou dez pontos que precisam de intervenções emergenciais: praças e terminais de ônibus de modo geral; Ginásio Municipal Engenheiro Maurício Soares Bittencourt; Centro de Referência e Assistência Social (Cras) do Lagomar; Parque da Cidade; Jardim Esperança; Granja dos Cavaleiros; Região Serrana; Jardim Guanabara e as placas de obras licitadas e não concluídas em diversos pontos da cidade.

Luiz Fernando ainda acrescentou que o posto de saúde e a escola do Frade estão a ponto de fechar devido à falta de investimentos em manutenção e infraestrutura. “O Terminal Central está caindo aos pedaços. O banheiro é pior que um chiqueiro, não tem porta nem torneira para a população utilizar. E os moradores da Boa Alegria estão pedindo doações para fazer obras que permitam acesso mais fácil ao bairro.” Maxwell destacou a falta de manutenção em escolas e creches, que colocam a vida de crianças em risco.

› FONTE: Ascom CMM


sem comentários

Deixe o seu comentário

Digite as palavras abaixo: