Macaé News
Cotação
RSS

Pressionados, Ponte Preta e Flamengo duelam em Campinas

Publicado em 02/10/2017 Editoria: Esporte sem comentários Comente! Imprimir


Mesmo distantes na tabela do Campeonato Brasileiro, Ponte Preta e Flamengo se enfrentam com uma semelhança, nesta segunda-feira, no Moisés Lucarelli, às 20 horas. Ambas equipes entrarão em campo pressionadas para a conquista de um bom resultado. Enquanto os donos da casa buscam sair da zona de rebaixamento, os cariocas querem se manter entre os líderes após a perda da Copa do Brasil.

Pelo lado da Ponte Preta, o clima é de tensão após o tumulto na chegada da delegação no fim de semana passado, quando alguns torcedores entraram em confronto com jogadores no aeroporto, em Campinas. Na ocasião, o atacante Lucca chegou a ser agredido e fez boletim de ocorrência. Mesmo com a situação, o volante Wendel pediu o apoio da torcida nesta partida.

"O verdadeiro torcedor veio cobrar, exigir performance, mas de maneira diferente. Esse eu tenho certeza que estará com a gente até o fim. Precisamos de vocês, precisamos de todos para sairmos desse momento delicado", afirmou o jogador.

Para esta partida, o técnico Eduardo Baptista optou pela escalação do zagueiro Rodrigo na vaga de Luan Peres. O veterano jogador tem experiência no confronto contra o atacante Guerrero na época que defendia o Vasco.

Já no Flamengo, a perda da Copa do Brasil ainda é sentida pelo elenco. No entanto, o técnico Reinaldo Rueda minimizou a pressão que os rubro-negros vão sofrer no restante da temporada. "A pressão segue a mesma e é necessária no futebol. Temos que estar pressionados todo o tempo, exigimos isso por essa camisa e por nossa profissão" declarou.

Assim, o objetivo do Rubro-Negro passa a ser um vaga na próxima Libertadores. Na classificação, o time está com a última vaga para o torneio, na sétima posição. Por isso, um triunfo vai dar tranquilidade e pode colocar a equipe mais próxima dos líderes, que entram na competição direto na fase de grupos.

Sobre a escalação, Rueda terá à disposição quase todo o elenco. O desfalque certo é o colombiano Cuéllar, convocado para a seleção. A tendência é a de que Márcio Araújo ganhe a posição. No restante, o goleiro Diego Alves, o zagueiro Rhodolfo e o meia Éverton Ribeiro devem voltar ao time.

"A cada 72 horas, temos que armar uma equipe diferente. Por sorte, temos um plantel bom. Por mais que treinem, o jogo é o único que te coloca em nível ideal. Vamos fazer ajustes necessários pelas ausências, mas vamos com uma escalação muito boa", finalizou o treinador.

› FONTE: JB


sem comentários

Deixe o seu comentário

Digite as palavras abaixo: