Macaé News
Cotação
RSS

Orquestra Popular representa Macaé no Festival de Rosal

Publicado em 11/09/2017 Editoria: Cultura sem comentários Comente! Imprimir


A OPM, que pertence à Escola Municipal de Artes Maria José Guedes (Emart), apresentou composições de Pixinguinha, Donga, Chiquinha Gonzaga, evidenciando clássicos como

A OPM, que pertence à Escola Municipal de Artes Maria José Guedes (Emart), apresentou composições de Pixinguinha, Donga, Chiquinha Gonzaga, evidenciando clássicos como "Corta Jaca" e "Pelo Telefone".

A Secretaria Municipal de Cultura, por meio da Orquestra Popular de Macaé (OPM), participou, na sexta-feira (8), da sétima edição do Festival de Chorinho e Sanfona de Rosal, distrito de Bom Jesus do Itabapoana, no Noroeste Fluminense.

A OPM, que pertence à Escola Municipal de Artes Maria José Guedes (Emart), apresentou composições de Pixinguinha, Donga, Chiquinha Gonzaga, evidenciando clássicos como "Corta Jaca" e "Pelo Telefone".

A orquestra é formada por professores, alunos, ex-alunos e músicos convidados, sob o comando do maestro Bruno Py, sempre com arranjos originais voltados para a divulgação dos principais compositores brasileiros da música popular. O músico Hélder Garcia, o Jakaré, definiu a participação em Rosal como excelente.

- Foi muito gratificante para nós, músicos, e para quem assistiu, excelente retorno do público. Recebemos elogios de pessoas que também entendem de música. Estamos colhendo os frutos que plantamos. Parabéns a todos pelo esforço e dedicação - registrou Jakaré.

A programação em Rosal contou com nomes consagrados da música nacional como Luciana Rabello, Zé Paulo Becker & Semente Choro Jazz, Léo Gandelman, entre outros. As apresentações foram simultâneas no palco principal, coreto e nas ruas.

Um diferencial marcou o festival: a realização de atividades de musicalização para as crianças, além do workshop sobre os princípios do choro, mostrando a história dos pioneiros do ritmo, com Luciana Rabello. O Festival de Rosal é realizado uma vez por ano e atrai cerca de seis mil pessoas, com entrada gratuita.

› FONTE: SECOM Macaé


sem comentários

Deixe o seu comentário

Digite as palavras abaixo: