Macaé News
Cotação
RSS

Prefeitura de Macaé apoia feiras de produtos de agricultores locais

Publicado em 21/08/2017 Editoria: Economia sem comentários Comente! Imprimir


A Feirinha da Roça recebe cerca de três mil pessoas todos os sábados

A Feirinha da Roça recebe cerca de três mil pessoas todos os sábados

Frutas, verduras e legumes livres de agrotóxicos são alguns dos produtos fornecidos direto por produtores rurais nas feiras da agricultura familiar do município. Com 30 anos de tradição, a Feirinha da Roça, organizada pela Secretaria de Agroeconomia, acontece aos sábados, a partir das 4h, com 85 expositores, o que gera cerca de R$ 400 mil a cada final de semana. Já as feiras dos bairros Imbetiba, Glória, Barreto, Malvinas, Botafogo e Aeroporto oferecem, por meio da Cooperativa de Agricultura Familiar (Coopmac), produtos da economia solidária, como doces e artesanatos.

Localizada à Rua Manoel Joaquim dos Reis, ao lado do Supermercado Extra, no Centro, a Feirinha da Roça recebe cerca de três mil pessoas todos os sábados. "Na feira é estabelecido um elo entre consumidor e produtor. O agricultor pode perceber, de fato, o que o cliente deseja e o que pode ser melhorado, e dessa forma, estabelecer novas metas e aumentar sua renda", destacou o Secretário de Agroeconomia, Alcemir Maia Costa.

A feira na Imbetiba acontece na orla da praia, todas as terças-feiras, de 6h às 13h, e também na sexta-feira, de 14h às 19h. Já no bairro da Glória, a feira ocorre na praça do bairro, às quartas, de 6h às 12h. No Barreto, a ação é realizada próximo ao condomínio MRV, todas as quintas-feiras, de 6h às 12h. Já no Aeroporto, os expositores ficam concentrados no Village Parque, todos os sábados, de 14h às 19h. No domingo, de 6h às 12h, é a vez dos bairros Malvinas e Botafogo receberem a feirinha.  O projeto conta com 18 expositores, incluindo produtores da agricultura familiar e da economia solidária.

"O projeto nos bairros gera cerca de 60 empregos. O nosso diferencial é a promoção da saúde, por meio do fornecimento de produtos orgânicos e sem uso de agrotóxico, além de preços justos e solidários. Outro atrativo é o artesanato. A maioria é feito de material descartado pela humanidade e até mesmo pela natureza",  pontuou a representante da cooperativa, Míria Marins.

Como incentivo aos produtores da cidade, a prefeitura, por meio da Secretaria de Agroeconomia, disponibiliza assistência técnica aos agricultores na produção de mudas, por meio de orientação de preparo mecanizado de solos e correção de acidez. Práticas de cultivo; controle de pragas e doenças; insumos básicos para produção, como calcário e composto básico; transporte de produtos e feirantes para a Feira da Roça também são promovidos.

Além disso, a prefeitura apoia com vacinação do rebanho; orientações zootécnicas e cursos de capacitação e comercialização, além de buscar viabilidade econômica e retorno financeiro para as famílias, com o fornecimento e a distribuição dos produtos da agricultura familiar para merenda escolar que abastece 106 escolas do município. Macaé conta com cerca de 600 propriedades rurais que recebem apoio da Secretaria de Agroeconomia, sendo quatrocentos são assentados da reforma agrária.

› FONTE: SECOM


sem comentários

Deixe o seu comentário

Digite as palavras abaixo: