Macaé News
Cotação
RSS

Guarda Ambiental de Macaé apreende 500 quilos de peixe essa semana

Publicado em 21/03/2014 Editoria: Segurança sem comentários Comente! Imprimir


O comando da Guarda Ambiental de Macaé fez nesta sexta-feira (21), mais uma grande apreensão de pescado na Lagoa de Imboassica. Desta vez quatro pessoas foram pegas em flagrante, e encaminhadas para a 123º Delegacia Legal. A ação faz parte da Operação “Pesca Legal” iniciada na última segunda-feira (17) quando foram apreendidos 300 quilos de peixe.

O comandante da Guarda Ambiental, Madson Nazareno, explica que a operação, iniciada às 8h, foi realizada por 10 agentes, divididos em duas equipes. “Um grupo entrou na lagoa pela praia do Pecado e o outro no Mirante da Lagoa. Por volta das 10h, os agentes flagraram duas embarcações, na altura da praia das Pedrinhas. Foram encontrados 100 quilos de pescado e os dois homens foram levados para a delegacia”, contou.

Ainda na mesma operação, o segundo grupo, que estava no bairro Mirante da Lagoa, apreendeu um caminhão com aproximadamente 100 quilos de peixe e 30 redes. As redes, segundo Madson, tinham a malha inferior ao estabelecido na lei. “A malha tem que medir, segundo a lei 70 mm, as que foram encontradas tinham entre 30 e 40 mm”, explicou, acrescentando que os dois homens que estavam no caminhão também foram levados para a delegacia.

Os 200 quilos de peixe apreendidos serão analisados pelo Núcleo em Ecologia e Desenvolvimento Socioambiental de Macaé (Nupem/UFRJ), para verificar se o pescado esta em boas condições para o consumo. A Secretaria de Ambiente também fará a análise técnica, onde todos os dados serão passados para a Polícia Civil e anexados ao inquérito. 

A Guarda Ambiental vai continuar o monitoramento da lagoa para evitar que os pescadores continuem com a prática predatória. De acordo com o comandante, a resolução 005 do Conselho Municipal de Meio Ambiente, no parágrafo primeiro, artigo segundo, proíbe a pesca com rede, na lagoa, entre 5h e 17h.

 

› FONTE: Macaé News (www.macaenews.com.br)


sem comentários

Deixe o seu comentário