Macaé News
Cotação
RSS

Bolinhos diferenciados que unem tradição e criatividade à mesa

Publicado em 21/03/2014 Editoria: Gastronomia sem comentários Comente! Imprimir


Bolinho de Feijoada / Foto: Michelle Neto/RJNEWS

Bolinho de Feijoada / Foto: Michelle Neto/RJNEWS

Um dos petiscos mais apreciados é o bolinho de feijoada, que a chef de cozinha prepara sem absorver gordura
 
Bolinhos diferenciados que podem enriquecer a gastronomia em qualquer parte. Quem não se lembra daquele sucesso gastronômico da novela Avenida Brasil, que conquistou a família de Tufão, personagem do ator Murilo Benício? O famoso bolinho de feijoada - um petisco que inspira o cardápio de restaurantes e botecos de várias cidades brasileiras. O prato se tornou a harmonia perfeita entre tradição e criatividade.
 
Apesar de Rio das Ostras ter na culinária os frutos do mar como carro-chefe, os petiscos à base de feijão vêm ganhando espaço, especialmente, pela criação da chef de cozinha Mônica Marques, que prepara um bolinho de feijoada que não absorve gordura. Segundo ela, a ideia surgiu quando frequentava cursos de gastronomia em Friburgo e outras cidades. “Nas aulas de temperos e grãos, falava-se muito na criação de bolinhos à base de feijão. Achava a receita trabalhosa, mas a partir das informações que recebi, criei esse bolinho, que tem a massa congelada”, explica Mônica.
 
A chef conta que prepara a feijoada e depois faz a massa e o recheio, que leva couve, pimenta biquinho e bacon. Ela bate tudo no liquidificador e prepara a massa, que fica bem leve. “Todo o processo não posso revelar, mas não precisa empanar para fritar. O bolinho fica com uma casquinha crocante e macio por dentro. Ele é muito apreciado. Têm lugares que as pessoas só vão para comer o bolinho de feijoada”, diz Mônica, que já fornece os bolinhos para dois estabelecimentos de Rio das Ostras e também para Friburgo e Búzios.
 
Além dos bolinhos de feijoada, a chef também trabalha com bolinho de virado à paulista, de feijão branco com rabada e agrião, de abóbora com carne seca, de linguiça, de feijão branco com camarão ou bacalhau, e o cassoulet. Todos os bolinhos não absorvem gordura. Em relação ao virado à paulista, que é um tradicional prato de São Paulo, Mônica diz que o transformou em um bolinho feito com feijão mulatinho e recheio de couve, pimenta biquinho, linguiça suína, bisteca suína e ovo cozido, ao contrário da terra paulistana, onde o prato é feito com ovo frito.
 
Segundo Mônica, o cassoulet é um lançamento, feito especialmente para o Circuito Gastronômico de Comida Francesa, que será realizado em Búzios, no mês de abril. “É um prato criado em parceria com a Casa do Chefe (Búzios). Na verdade é uma feijoada francesa à base de feijão branco com pato e linguiça suína. Mas, preparo o cassoulet com recheio de pato desfiado, cenoura ralada e azeitonas pretas”, acrescenta a chefe de cozinha, lembrando que os bolinhos são bem harmonizados com cervejas e caipirinhas.
 
A amiga Gisele Basílio diz que sempre que vai à alguma festa entre amigos ou família, ela leva um prato de bolinhos feitos por Mônica. “As pessoas adoram e ficam encantadas com o bolinho. A feijoada é um prato tradicional, mas apesar de estranharem no início, acabam se rendendo ao sabor do bolinho, que é leve e crocante”, observa.
 
Ainda segundo Mônica, a ideia agora é expandir o mercado de bolinhos e diz que já pensa na criação do bolinho de moqueca. Para ela, faltam opções de restaurantes com 
comidas mais temáticas em Rio das Ostras e, a chef acredita que os bolinhos podem atrair mais público, assim como em cidades como Nova Friburgo, que é um polo gastronômico com adesão o ano todo. “Sou apaixonada por gastronomia e gosto de criar em cima de temperos e outras iguarias. Esse tipo de bolinho é viciante e acredito que seja um projeto que pode dar certo na região”, conclui a chef da La Confiserie.
 
O preço de cada porção de 15 unidades, varia entre R$12 e R$15. Os pratos também podem ser conhecidos pelo facebook: Mônica Marques. Mais informações pelo telefone: (22) 99707-1178. 

› FONTE: Macaé News (www.macaenews.com.br)


sem comentários

Deixe o seu comentário