Macaé News
Cotação
RSS

Com homenagem da torcida a Abel, Fluminense vence o Atlético-GO no Maracanã

Publicado em 06/08/2017 Editoria: Esporte sem comentários Comente! Imprimir


A emoção tomou conta do Maracanã, na noite deste sábado, no primeiro jogo do técnico Abel Braga diante dos torcedores do Fluminense após a morte de seu filho João Pedro. Dentro de campo, o Tricolor não decepcionou e venceu o Atlético-GO, por 3 a 1.

Com a vitória, o Fluminense cgou a oitava posição, com 25 pontos. Na próxima rodada do Campeonato Brasileiro, o tricolor carioca vai enfrentar o Santos, no próximo dia 14, no Pacaembu. Já o Atlético-GO encara o Coritiba, em casa, no dia 12.

HOMENAGEM

Antes da bola rolar, o silêncio tomou conta do Maracanã, em homenagem a João Pedro Braga, filho de Abel Braga que faleceu há exatamente uma semana. O técnico olhou para o céu e se emocionou.

O treinador do Fluminense, emocionado, reverenciou o torcedor tricolor e foi centro das atenções no gramado do Maraca. A torcida vibrou e soltou o grito: "Guerreiro, guerreiro, guerreiro... Abelão guerreiro!".

"Eu amo meu país, amo meus torcedores, amo meu clube, amo meus jogadores, eu amo JonJon e os olhos azuis", comentou o treinador ao término da homenagem, com a voz muito embargada.

O JOGO

Com a bola rolando, desde os primeiros minutos, o Fluminense foi melhor e abriu o placar logo aos 14 minutos, quando Wendel recebeu dentro da área, deu excelente drible no marcador e tocou na saída de Felipe Garcia. Acompanhado de outros jogadores, o volante foi ao banco comemorar com o seu treinador.

O jogo parecia controlado até que, aos 22 minutos, Henrique perdeu a bola dentro da área e Paulinho bateu firme, no alto, para empatar. Mas, com a excelente movimentação de seu sistema ofensivo e a boa partida de Gustavo Scarpa, Wellington Silva e Henrique Dourado, o Fluminense mandou tranquilamente no jogo após o gol.

Apenas dez minutos depois, Wellington Silva recebeu na entrada da área, levantou a cabeça e finalizou cruzado, no canto e colocado, sem qualquer chance para Felipe Garcia.

E, já aos 12 do segundo tempo, em outro bonito gol do Fluminense, Henrique Dourado aproveitou bola rebatida dentro da área e chutou no canto. Era a coroação de uma noite em que o futebol, se ficou em segundo plano, ultrapassou as quatro linhas em sua merecida homenagem a Abel.

FICHA TÉCNICA FLUMINENSE 3 X 1 ATLÉTICO-GO

FLUMINENSE - Júlio César; Mateus Norton (Robert), Renato Chaves, Henrique e Marlon; Marlon Freitas, Wendel e Gustavo Scarpa; Marcos Calazans (Matheus Alessandro), Wellington Silva (Peu) e Henrique Dourado. Técnico: Abel Braga.

ATLÉTICO-GO - Felipe Garcia; André Castro, Gilvan, Roger Carvalho e Bruno Pacheco; Silva (Jonathan), Paulinho, Andrigo (Diego Rosa), Jorginho e Niltinho (Luiz Fernando); Walter. Técnico: João Paulo Sanches.

GOLS - Wendel, aos 14, Paulinho, aos 22, e Wellington Silva, aos 32 minutos do primeiro tempo; Henrique Dourado, aos 12 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Paulo Roberto Alves Junior - PR (CBF).

CARTÕES AMARELOS - Marlon Freitas (Fluminense); Andrigo, Luiz Fernando e Bruno Pacheco (Atlético-GO).

RENDA - R$ 651.020.

PÚBLICO - 24.098 pagantes (27.278 presentes).

LOCAL - Maracanã, no Rio de Janeiro.

Com informações do Conteúdo Estadão

› FONTE: Macaé News (www.macaenews.com.br)


sem comentários

Deixe o seu comentário

Digite as palavras abaixo: