Macaé News
Cotação
RSS

“Paulinho Serra em pedaços” garante diversão no Teatro Popular de Rio das Ostras

Publicado em 21/03/2014 Editoria: Cultura sem comentários Comente! Imprimir


“Além do stand up, Paulinho Serra traz ao palco personagens de sucesso como o Traficante Gay”

“Além do stand up, Paulinho Serra traz ao palco personagens de sucesso como o Traficante Gay”

Quem pretende começar o fim de semana com boas risadas e descontração, não pode perder a apresen­tação de stand up “Paulinho Serra em Pedaços” que acontecerá nesta sexta­-feira, dia 21, às 20h30, no Teatro Po­pular de Rio das Ostras.

Famoso principalmente na inter­net com seu personagem “traficante gay”, Paulinho Serra se destaca no ce­nário artístico atual como nova e pro­missora descoberta da comédia nacio­nal. Além de trazer seus mais recentes personagens de sucesso como o pró­prio Traficante Gay, Paulinho mos­trará toda sua versatilidade fazendo uma apresentação de ‘cara limpa’, contando em pedaços, como foi a sua trajetória na carreira artística e todas as dificuldades que um ator passa na busca de algum reconhecimento.

Com cerca de uma hora de dura­ção, o show se encontra há dois anos em cartaz, tendo passado por diver­sas cidades brasileiras como Cuiabá, São Paulo, Rio de Janeiro e Fortaleza. Segundo o ator, essa será a primeira apresentação na Região dos Lagos, mas disse já ter vindo algumas vezes à Rio das Ostras em época de carnaval.

Paulinho Serra, que se classifica como um ator que faz humor destaca que o riso eleva a alma do ser huma­no e é trazendo a risada para o públi­co, que ele consegue conquistar fãs em todo lugar em que passa. Depois de fazer grande sucesso com a peça “Aluga-se um namorado”, ao lado de Eri Johnson, o ator montou a extinta companhia de humor Desnecessários, que incluía no elenco nomes como Marcelo Marrom, Miá Mello, Rodrigo Capella,Tatá Werneck, dentre outros.

Caminhando em carreira solo, Paulinho afirma que a grande desvan­tagem é não ter ninguém para conver­sar nos bastidores da peça, mas quan­to as vantagens conta que: “ O lado bom é que o cachê fica só pra mim”, brinca aos risos.

A classificação do espetáculo é para maiores de dezesseis anos, e a venda dos ingressos será feita na bi­lheteria do teatro custando: R$ 50 (inteira), R$ 25 (meia) e o antecipa­do R$ 20.  

› FONTE: Macaé News (www.macaenews.com.br)


sem comentários

Deixe o seu comentário