Macaé News
Cotação
RSS

SP viveu tragédia semelhante há 43 anos; relembre

Publicado em 15/06/2017 Editoria: Geral sem comentários Comente! Imprimir


Há 43 anos, São Paulo vivia uma tragédia semelhante à de Londres. Um incêndio destruiu o edifício Joelma, deixando 191 mortos na manhã do dia 1º de fevereiro de 1974.

Mil pessoas trabalhavam no prédio no dia do incêndio, que começou no 12º andar e se alastrou rapidamente. Alguns funcionários conseguiram deixar o prédio e outros ficaram presos em andares mais altos. Tomadas pelo desespero, 40 pessoas se jogaram do edifício.

Os bombeiros também tinham recursos limitados, com escadas que chegavam só ao 13º andar. Os outros 12 eram inacessíveis.

Além do trauma para uma cidade inteira, ficaram lições que ajudaram a melhorar a segurança nos prédios.

Ninguém desconfiava, mas o Joelma era uma bomba-relógio. O projeto de prevenção de incêndio foi feito quando o prédio foi entregue, com os andares vazios.

As empresas entraram e dividiram em salas, colocaram carpetes, cortinas e equipamentos eletrônicos. Mudando bastante as características internas, bastava um curto-circuito para acontecer isso.

Com isso, portas corta-fogo, extintor e escada de incêndio passaram a ser itens obrigatórios. 

Tragédia em Londres

Um grande incêndio atingiu um prédio residencial em Londres na noite desta terça-feira (13) - madrugada de quarta-feira (14) pelo horário de Brasília.

Segundo o chefe dos bombeiros, há vários mortos - o balanço oficial aponta 12 vítimas fatais, mas esse número deve subir à medida em que avança o rescaldo do incêndio. Pelo menos 70 pessoas já foram levadas para hospitais, algumas com ferimentos diversos e outras com intoxicação - 18 estão em estado grave.

Vários apartamentos da torre de 27 andares, que fica localizada próxima ao bairro de White City, em North Kensington, pegaram fogo e alguns moradores ficaram presos no local.

› FONTE: band


sem comentários

Deixe o seu comentário

Digite as palavras abaixo: