Macaé News
Cotação
RSS

Projeto da Guarda Municipal revela atletas de ouro em Barra de São João

Publicado em 19/04/2017 Editoria: Esporte sem comentários Comente! Imprimir


As irmãs Taís e Layla já colecionam diversas medalhas e o título de campeãs brasileiras de Karatê

As irmãs Taís e Layla já colecionam diversas medalhas e o título de campeãs brasileiras de Karatê

Tudo começou durante o projeto Ronda Escolar nas Férias, realizado pela Secretaria de Ordem Pública e Defesa Civil de Casimiro de Abreu. No distrito de Barra de São João, voluntários da Guarda Municipal realizaram diversas atividades recreativas e esportivas. Foi no Karatê que Taís Bezerra Santana, 14 anos, e Layla Raysa da Silva Santana, 17 anos, se destacaram. Elas deram continuidade aos treinamentos e hoje se tornaram atletas profissionais.

No último final de semana, as irmãs de Barra de São João trouxeram para casa mais três ouros e um bronze. Elas participaram do Circuito Fluminense de Karatê – 1ª etapa, em Jacarepaguá, no Rio de Janeiro, e levaram a bandeira da cidade mais uma vez para o pódio. Layla conquistou ouro nas duas modalidades, Kumite e Kata. Taís conquistou ouro na Kumite e bronze na Kata. Elas representaram a equipe ALK – Associação Lima de Karatê, que contou ainda com a participação de Sandro Macedo, que conquistou mais dois ouros.

O professor de Karatê e Guarda Municipal Luiz Alberto Lima é um dos principais incentivadores das irmãs. Lima ressaltou a importância de ações como o projeto da GM realizado durante as férias com crianças e adolescentes do município. “O resultado está aqui. São duas jovens, dois talentos que se superam todos os dias”, ressaltou.

Lima vem acompanhando e treinando as irmãs ao longo desse tempo. E em menos de dois anos, as atletas já colecionam muitas conquistas. A primeira medalha de ouro de Layla veio logo no primeiro campeonato que disputou em Cabo Frio, em 2015. No mesmo ano, levou prata na modalidade Kumite e bronze na Kata no Campeonato Brasileiro de Interestilos, em São Paulo. Em 2016, era faixa amarela quando encarou o adversário faixa marrom, duas categorias acima da sua, e levou o ouro. No ano passado, também conquistou ouro no Brasileiro de Karatê, que disputou em São Paulo.

Taís também coleciona várias conquistas. Em 2015, foi bronze na Copa Bushido de Karatê Interestilos; prata no Estadual, em Paracambi; e ouro no Campeonato Brasileiro, em São Paulo. Em 2016, ouro na Copa Alk de Karatê; ouro nas duas modalidades do Campeonato Fortunato Fight; bronze no Intermunicipal de Karatê, no Rio. No Brasileiro de Karatê, em São Paulo, conquistou prata na modalidade Kumite e bronze na Kata.

Além de descobrir grandes promessas no esporte, o projeto cumpriu um papel social e educativo importante. Layla garante que este foi determinante para a vida das duas, pois foi quando conheceram o Karatê. Ela ressalta que depois que começou a treinar ficou mais calma, mais esforçada e melhorou na escola. Para o futuro, Layla já sabe o que quer: fazer faculdade de educação física e dar aulas de Karatê. Já Taís quer seguir a vida nos tatames. “Quero me tornar faixa preta e virar uma grande lutadora”, garantiu.

› FONTE: Ascom


sem comentários

Deixe o seu comentário

Digite as palavras abaixo: