Macaé News
Cotação
RSS

Aposentados voltam ao mercado de trabalho para prestar consultoria

Publicado em 10/04/2017 Editoria: Empregos sem comentários Comente! Imprimir


A expectativa é que o programa atenda 37 mil micro e pequenas empresas em todo o país até o fim do ano

Eles já estavam aposentados. E agora estão voltando ao mercado de trabalho para uma importante missão: orientar micro e pequenas empresas. Um novo edital lançado pelo Sebrae vai preencher 221 vagas em todo o país para o projeto Senhor Orientador, que vai contratar aposentados de pelo menos 60 anos, com experiência em análise de crédito e atendimento à pessoa física. No Rio, vão ser selecionados 17 candidatos. As inscrições podem ser feitas até amanhã. A expectativa é que o programa atenda 37 mil empresas até o fim do ano.

A aposentada Denise Lopes Pimenta, de 60 anos, está entre as pessoas já selecionadas. Ela se aposentou do cargo de gerente de uma agência em Duque de Caxias, na Baixada, em maio do ano passado, após trabalhar durante 40 anos. Mas mudou de ideia ao saber do projeto. “Não estava nos meus planos voltar a trabalhar. Mas o país está num momento complicado e é uma forma de ajudar. E esse projeto dá oportunidade para pessoas mais experientes”, explica.

O primeiro edital foi lançado em fevereiro, quando foram selecionados 310 consultores. Mas nem todos os candidatos preenchiam os pré-requisitos na época. “Nesse segundo edital, encontramos candidatos com as características solicitadas. São aposentados que têm toda a intimidade com a concessão de crédito. Eles estão motivados para voltar ao mercado de trabalho e ajudar as micro e pequenas empresas. O próximo passo é que entendam como funciona o Sebrae e o Banco do Brasil”, explica Taniara Castro, analista técnica e responsável pela temática de acesso a serviços financeiros no Sebrae-RJ.

PROGRAMA DE R$ 8,8 BILHÕES

O Senhor Orientador deu início à fase de operação do Programa Empreender Mais Simples: menos burocracia, mais crédito, em convênio assinado em janeiro deste ano entre o Sebrae, o governo federal e o Banco do Brasil. O objetivo é de simplificar a gestão de micro e pequenas empresas e orientar o financiamento a empresários. A previsão é de liberação de cerca de R$ 8,8 bilhões para capital de giro pelo banco.

O empresário interessado em obter crédito deve procurar o Sebrae. Ele vai ser encaminhado a um dos consultores credenciados no Senhor Orientador para fazer diagnóstico da empresa e avaliar se o financiamento é a melhor solução para o negócio. A consultoria vai ser presencial e remunerada, com duração de quatro horas. Cada consultor poderá atender até 200 empresas. Os selecionados vão firmar contrato com o Sebrae até dezembro de 2018.

› FONTE: O Dia


sem comentários

Deixe o seu comentário

Digite as palavras abaixo: