Macaé News
Cotação
RSS

Tite: Neymar é o melhor jogador do mundo

Publicado em 08/04/2017 Editoria: Esporte sem comentários Comente! Imprimir


Messi foi eleito o melhor jogador do mundo por cinco vezes seguidas e Cristiano Ronaldo nas duas últimas temporadas consecutivas. Mas tanto o argentino quanto o português vão ganhar um concorrente em breve: Neymar. Essa é a opinião de Tite.

Inclusive, o técnico que classificou o Brasil sendo a primeira equipe garantida na Copa do Mundo da Rússia, em 2018, não tem dúvidas em afirmar.  “Neymar é o melhor jogador do mundo nos últimos quatro meses”, disse o comandante em entrevista exclusiva ao programa “90 Minutos”, da Rádio Bandeirantes.

O treinador avaliou que o camisa 10 canarinho vive o melhor momento na carreira. “O Neymar está sendo decisivo tanto no Barcelona quanto na Seleção Brasileira, marcando gols importantes”, lembrou.

No entanto, Tite avalia ainda que o argentino está conseguindo manter o mesmo nível e supera o brasileiro e o craque português. “Se pegarmos os últimos 10 anos de carreira, Messi é o melhor do mundo. Ele está na frente do Cristiano Ronaldo, mas ambos são excepcionais. Um é fazedor de gols e outro criativo”, observou.

Paulinho

“Pessoalmente eu procuro não ter preconceitos ou fechar conceitos. O Paulinho nós o monitoramos de perto, apesar de saber do potencial técnico que ele tem. O Matheus foi a China, outro foi para Inglaterra, Espanha, Itália. Estamos vendo todos os jogadores no local, conversando com profissionais para saber qual nível em que os atletas se encontram.  Credito também o crescimento do Paulinho ao Luiz Felipe Scolari por manter o atleta em alto nível”.

Casemiro e Fernandinho

“A evolução do Casemiro surpreendeu bastante. Quando ele saiu do São Paulo jogava mais avançado, de costas, e ficava prejudicado pela sua constituição física. Evoluiu no Porto e agora no Real Madrid. Tem uma capacidade de compreensão tática muito grande, de entender o jogo, posicionamento. É impressionante ele e o Fernandinho. A gente passa uma observação, eles captam na hora. Sua virtude física é potencializada nessa posição”.

Novas oportunidades

“Eu não posso fechar as portas para um atleta. Eu tenho que observar todos. Tenho sim monitorando por alto, 50 a 60 atletas que estamos fazendo acompanhamentos diretos, em treinos, conversando com as comissões técnicas dos clubes. Podemos trocar a palavra testes por oportunidades aos atletas em jogos importantes, grandes como nos amistosos contra Argentina e Austrália. São situações para que os atletas tenham uma concorrência leal”.

Favoritos na Copa

“A França é uma geração que está em afirmação. Veio bem da Copa e está em processo de maturidade. A Espanha mantém atletas de qualidade. A  Alemanha segue em alto nível, apesar da saída de alguns jogadores. Está em um processo de montagem, reciclagem, mas mantém certa estrutura e é sempre forte. Portugal surgiu agora e venceu a França fora de casa (Eurocopa). A Bélgica tem gerações de atletas de muita qualidade como Hazard”.

Argentina

“Tem um grupo forte, independente de Bauza continuar. É um  grupo de qualidade e tem o melhor  jogador do mundo hoje, Tem todas as condições de se classificar”.

Enfrentar a Alemanha

“No estágio que estamos é de afirmação, evolução, de dar oportunidade aos atletas de alto nível poder atuar. Quando chegar o momento de enfrentar a Alemanha, em Berlim, o Brasil vai estar em condições sim de encarar de igual pra igual”.

Sonho

“É um sonho que não sei se vai aparece de novo na minha frente. Via o Abel que foi campeão mundial e não teve oportunidade e o Autuori, que teve uma grande carreira, e eu pensava comigo mesmo: se não der, já tenho uma desculpa. A maior realização que um profissional pode ter é representar o país, estou muito feliz. Em tempo, uma coisa que me ajuda é a minha família. As pessoas próximas a mim. Não tem nada maior do que a Seleção Brasileira”.

Porto e Inter de Milão

“Teve sim, antes da Seleção teve quando estava no Corinthians, duas vezes e nada me demovia daquele projeto. Não foram valores e eu não queria nem falar. O Porto era um dos clubes que estavam (interessados). A Inter de Milão também esteve no CT, ou uma pessoa ligada a eles, para conversar”.

› FONTE: band


sem comentários

Deixe o seu comentário

Digite as palavras abaixo: