Macaé News
Cotação
RSS

Primeira fábrica de cobre do estado é instalada em Itatiaia

Publicado em 15/03/2014 Editoria: Economia sem comentários Comente! Imprimir


O município de Itatiaia, no Sul-Fluminense, recebeu nesta sexta-feira (14) a primeira indústria de laminação de vergalhão de cobre do Estado do Rio de Janeiro. A IBR-LAM, que pertence à Indústria Brasileira de Metais (Ibrame), é sustentável e utiliza cobre de reciclagem em 40% de sua produção, enquanto os outros 60% são fabricados a partir do catodo (cobre eletrolítico puro).

A unidade, localizada no Km 317 da Rodovia Presidente Dutra, tem como meta produzir 100 mil toneladas por ano de cobre de alta qualidade, com potencial para fomentar o polo de cobre na região. Além disto, a IBR-LAM terá capacidade para abastecer 25% do mercado brasileiro. Foram investidos R$ 100 milhões na unidade, sendo 15% do valor em máquinas e equipamentos destinados aos sistemas de processo de sustentabilidade.

A IBR-LAM é a primeira das duas plantas que a Ibrame construirá no Sul-Fluminense. A segunda, chamada Ibrame Metais, deve iniciar suas atividades no segundo semestre deste ano. As duas plantas juntas vão gerar 200 empregos diretos e 600 indiretos. Até o momento, 85% dos profissionais contratados são da região.

O Sul-Fluminense foi escolhido para a instalação da IBR-LAM em razão de sua localização estratégica, sendo próximo de dois portos – Rio de Janeiro e Sepetiba – e de rodovias que transportam produtos para os principais mercados do país, como São Paulo e Minas Gerais.

“Essa fábrica vai beneficiar muito o município e trazer outras indústrias de transformação. A Michelin, a Hyundai Industries e a Procter e Gamble também atuam na região. Itatiaia era um polo turístico e também virou um polo industrial, trazendo emprego e prosperidade para região”, disse o governador Sérgio Cabral, durante a cerimônia de inauguração da fábrica.

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Julio Bueno, ressaltou a importância de se incentivar a instalação de grandes empresas para promover o desenvolvimento do Estado do Rio.

“A instalação de novas industriais no Rio gera renda e cidadania. É importante incentivar o empresariado a investir no estado porque, além de gerar emprego, isso promove uma desconcentração industrial no país, trazendo oportunidade para que diversas regiões se desenvolvam”, afirmou Bueno.

O vice-presidente da República, Michel Temer, destacou o papel da parceria entre governos e iniciativa privada no processo de transformação dos municípios.

“A transformação e a evolução das cidades acontecem por conta da parceria entre governos, municípios e a iniciativa privada. A região tem se tornado um polo atrativo de investimentos, e isso é um ganho para a população”, disse o vice-presidente.

Reaproveitamento
O processo industrial da IBR-LAM é movido a gás natural e não emite poluentes, enquanto a água utilizada nos sistemas de resfriamento é tratada e reaproveitada no próprio ciclo produtivo. A utilização de cobre de reciclagem evita a extração de 36 mil toneladas do metal por ano. Também estão previstos investimentos na preservação do ecossistema, com a formação de um cinturão verde composto por 1,2 mil árvores, ações de preservação da mata ativa e a criação de um observatório de pássaros no Parque de Itatiaia.

Com parque industrial sediado em Joinville, Santa Catarina, a Ibrame atua no mercado de metais não ferrosos há 50 anos e é importante fabricante de produtos semi-elaborados e acabados de cobre e alumínio no país.

FA
 

› FONTE: Macaé News (www.macaenews.com.br)


sem comentários

Deixe o seu comentário