Macaé News
Cotação
RSS

Parque da Restinga de Jurubatiba é destino de lazer ecológico na região

Publicado em 14/02/2017 Editoria: Turismo sem comentários Comente! Imprimir


A restinga de Jurubatiba é um trecho único do litoral brasileiro biograficamente diferenciado dos demais

A restinga de Jurubatiba é um trecho único do litoral brasileiro biograficamente diferenciado dos demais

Macaé é rodeada por belezas naturais. O Parque Nacional da Restinga de Jurubatiba é um desses lugares paradisíacos que faz o município ser especial. Por meio de agendamento prévio, é possível conhecer o espaço com direito a passeios de barco e até trilhas pelo ambiente. É o primeiro parque do país a compreender, exclusivamente, o ecossistema de restinga.

Criado em 1998, o parque engloba, além de Macaé, os municípios de Quissamã e Carapebus. Com 14.860 hectares, sendo 44 quilômetros de praias, abrigando 18 lagoas costeiras, de grande interesse ecológico, é um conjunto de ecossistemas diferenciados pela elevada biodiversidade e grande fragilidade ecológica.

É possível ver toda essa beleza bem de pertinho, basta escolher uma das opções: caminhada pelas trilhas; passeio de caiaque e stand up paddle pelas lagoas do parque; passeio em veículo tracionado no trecho entre o centro de visitantes e o Farol de Quissamã, com possibilidade de banho na lagoa; passeio de barco pelo Canal Campos Macaé, no trecho entre as Lagoas Paulista e Carapebus, através dos prestadores de serviço cadastrados e observação de aves nas trilhas, praias, lagoas e canais.

Todas as atividades devem ser feitas com aviso e agendamento prévios com a equipe do parque, pelo telefone (22) 988061528, em qualquer dia da semana.  O parque é uma Unidade de Conservação Federal que tem como objetivo conservar e preservar, para fins científicos, educacionais, paisagísticos e recreativos, os seis patrimônios naturais.  Ele traz algumas curiosidades como o fato da Lagoa Preta de Jurubatiba ser o único lugar do mundo onde se encontra o micro-crustáceo Diaptomus azureus que, segundo pesquisadores da UFRJ, só tem similares na costa oeste da África, mostrando que este continente já foi unido com a costa do Brasil.

A restinga de Jurubatiba é um trecho único do litoral brasileiro biograficamente diferenciado dos demais, através de processos ecológicos, de fauna e flora características. Recentemente, foram identificadas várias espécies novas de crustáceos planctônicos, como os copépodes Diaptomus azurea e Diaptomus fluminensis.

As formações vegetais de Jurubatiba não são encontradas em outros trechos do litoral fluminense, possuindo elevado número de espécies endêmicas ameaçadas de extinção. Entre as espécies da flora da restinga de Jurubatiba encontram-se muitas de valor econômico, além de um importante banco genético.

› FONTE: SECOM


sem comentários

Deixe o seu comentário

Digite as palavras abaixo: