Macaé News
Cotação
RSS

Macaé oferece apoio a moradores em situação de rua

Publicado em 14/02/2017 Editoria: Cotidiano sem comentários Comente! Imprimir


A Prefeitura de Macaé oferece apoio a moradores em situação de rua por meio do Centro Pop e da Pousada da Cidadania. Para a secretária de Desenvolvimento Social, Direitos Humanos e Acessibilidade, Tatiana Pires, trabalhar com morador em situação de rua é um desafio diante da política social. "Traz a necessidade de dar dignidade a quem tem muitos sofrimentos e dificuldades. Cada morador em situação de rua tem o direito de ir e vir, faz sua escolha de vida, realiza opções sobre sua realidade", explica.

Cerca de 50 pessoas vão diariamente ao Centro Pop, da Secretaria de Desenvolvimento Social, Direitos Humanos e Acessibilidade, um local de referência especializado para a população de rua, onde o trabalho em rede socioassistencial envolve os Centros de Referência em Assistência Social (Cras), o Centro de Referência Especial (Creas) e a Pousada da Cidadania.

No Centro Pop, os moradores em situação de rua buscam serviços como café da manhã, lanche da tarde, encaminhamento ao Restaurante Popular, além da guarda de seus pertences, higiene pessoal e lavanderia. Todos passam pelo atendimento psicossocial, tirando fotos, fazendo prontuários e sendo encaminhados para o mercado de trabalho, com preenchimento de currículos e ação da Central do Trabalhador de Macaé.

Também são orientados sobre a esfera da Saúde, com encaminhamentos para o Centro de Atenção Psicossocial (Caps), o Caps ad (que atende usuários com uso abusivo de substâncias psicoativas, dependentes químicos  e tabagismo), Caps Betinho (que cuida de portadores de transtornos mentais severos e persistentes) e o Centro de Saúde Dr. Jorge Caldas.

A equipe do Centro Pop ainda os conduz, se necessário, ao Centro de Especialidades Odontológicas (CEO), Unidades Básicas de Saúde, localizadas nos bairros Visconde de Araújo e Cajueiros (UBS). O Núcleo da Mulher, no bairro Aroeira, também é acionado para atender mulheres em situação de rua que estejam grávidas.

O Centro Pop é constituído por assistentes jurídicos e sociais, orientadores sociais e psicólogos, além da coordenação administrativa. "Nosso espaço é grupal, defende os direitos dos moradores em situação de rua, fornece a eles documentação. Muitos são atraídos pela satisfação das necessidades emergenciais, mas também são orientados em outras áreas as quais abrem novas oportunidades para eles", explica o coordenador do Centro Pop, Edivaldo Santos da Silva. Ele conta que cada morador em situação de rua vive dessa maneira por opção, por escolha própria, uma vez que as pessoas têm o direito de ir e vir. O Centro Pop funciona na Rua José Bruno Azevedo, 99, Centro. Telefone para contatos: 2796-1084.

Pousada da Cidadania
Atualmente estão usufruindo da atenção de psicólogos, assistentes sociais, orientadores sociais e técnicos em enfermagem da Pousada da Cidadania 44 homens e três mulheres. Eles promovem a dignidade dos moradores em situação de rua. Problemas enfrentados como drogas, doenças mentais, rompimento de vínculos afetivos e outros são tratados nessa casa assistencial.

Além de moradores em situação de rua, migrantes também são acolhidos. "São vários perfis atendidos pela Pousada da Cidadania. Estes vão desde a pobreza extrema até necessidades passageiras, culminando em casos de pacientes psiquiátricos e idosos", diz Tatiana  Pires.

Três dos acolhidos receberam apartamento no Programa Habitacional Minha Casa Minha Vida, quatro ex-moradores em situação de rua estudam na rede pública de ensino. Outros trabalham e estão se organizando para voltarem à sociedade.

A Pousada da Cidadania funciona desde o ano de 2008. Por ela já passaram cerca de três mil  pessoas. Segundo a assistente social Ana Dárcia Palmeira e o coordenador da pousada Antônio José Ribeiro, nessa casa já passaram pessoas com nível superior, além de estrangeiros. É constituída por refeitório,12 quartos (suítes), cozinha, sala de televisão e quartos com acessibilidade. Fica na Rua Osvaldo Tardelli, 206, bairro Bela Vista. Telefone para contato da secretaria: (22) 2796-1136, 2765-0593 ou 2796-1113.

O acesso à Pousada da Cidadania se dá através dos Centros de Referência de Assistência Social (Cras), Centro de Referência Especializada em Assistência Social (Creas), Centro Pop, Centro de Atenção Psicossocial (Caps) e Rede de Saúde. 

Moradores em situação de rua aprovam atendimento
O morador em situação de rua André Luiz, 39 anos, vive nas ruas desde os 12 anos. Ele é artesão e está, há um mês e meio, em Macaé. Foi encaminhado à Unidade de Pronto Atendimento (UPA), ao Espaço de Convivência e ao Consultório de Rua. "Aqui no Centro Pop, sou bem tratado. Sou artesão e vivo dessa maneira por uma opção que fiz na minha vida", salienta.

Já o morador em situação de rua, Marcionilho Júnior, 28 anos, está na rua há apenas quatro meses. Também é artesão e veio do estado do Maranhão. "O Centro Pop é uma família que encontrei. Fui para a rua por falta de emprego e de dinheiro para pagar aluguel. Já trabalhei com carteira assinada", pontua.

Claudinei Guimarães Ribeiro, 46 anos, na mesma situação de André e Marcionilho, diz que mora na rua há dois meses e afirmou que o Centro Pop o tratou com respeito. "Fiz a documentação para conseguir emprego", conclui.

Morando na Pousada da Cidadania há seis meses, Ednilson Rodrigues, de 46 anos, diz que usava álcool e era morador em situação de rua. "Desde que cheguei aqui tenho encontrado dignidade. Fui tratado de tuberculose e me preparo para retornar à sociedade", conta.

› FONTE: SECOM


sem comentários

Deixe o seu comentário

Digite as palavras abaixo: