Macaé News
Cotação
RSS

Voos internacionais crescem em mercado de estrangeiras

Publicado em 28/12/2013 Editoria: Economia sem comentários Comente! Imprimir


O número de passageiros de voos internacionais que embarcaram e desembarcaram nos aeroportos administrados pela Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) passou de 9,9 milhões em 2003 para 18,9 milhões em 2012, alta de 91%.

As companhias estrangeiras foram as que mais se beneficiaram dessa expansão. No período, a participação das aéreas de fora do País nesse volume de passageiros avançou de 58,5% para 70,3%, enquanto a das locais recuou de 41,5% para 29,7%, de acordo com a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

Com a melhora da renda da população nos últimos anos e a evidência do Brasil com a Copa do Mundo em 2014 e a Olimpíada em 2016, as companhias aéreas estrangeiras continuam a investir no País, oferecendo cada vez mais voos internacionais diretos de cidades fora do eixo Rio de Janeiro e São Paulo para destinos nos Estados Unidos e na Europa.

A Air France, por exemplo, deve inaugurar em 2014 um voo direto ligando Paris e Brasília. Hoje, a companhia faz 28 voos semanais entre a França e o Brasil, metade saindo de São Paulo e metade do Rio de Janeiro.

A American Airlines inaugurou no fim do mês passado rota ligando Miami à Região Sul do País. O Boeing 767 da empresa decola da cidade americana, faz escala em Curitiba e segue para Porto Alegre, de onde volta direto aos EUA.

"A renda da população subiu nos últimos anos e a viagem internacional deixou de ser um tabu", disse o diretor regional de vendas da American Airlines para o Brasil, Dilson Verçosa Junior. Ele afirmou que acredita ser viável que no futuro as duas cidades brasileiras tenham voos independentes. "Vamos avaliar a demanda depois do carnaval, na baixa temporada."

O executivo disse que o Brasil é um dos três maiores mercados para a empresa americana, hoje em processo de fusão com a US Airways, o que vai levar à criação da maior companhia aérea do mundo.

› FONTE: Macaé News (www.macaenews.com.br)


sem comentários

Deixe o seu comentário