Macaé News
Cotação
RSS

Agricultores familiares de Itaperuna iniciam criação de avicultura alternativa

Publicado em 06/03/2014 Editoria: Economia sem comentários Comente! Imprimir


Uma galinha comum bota 70 unidades por ano, já o animal da linhagem, produz 240.

Uma galinha comum bota 70 unidades por ano, já o animal da linhagem, produz 240.

Os programas de incentivo para a produção familiar da Secretaria de Agricultura de Itaperuna têm aumentado a diversidade do cultivo e de criação de animais no campo. Desta vez, a Prefeitura está incentivando a avicultura no município. Nesta semana, dezesseis famílias adquiriram 480 pintinhos Label Rouge e 90 da linhagem Embrapa 051. Outros dois agricultores receberam 90 marrecos Pequim.

O secretário de agricultura de Itaperuna, Luiz Alberto Azevedo, explicou que o objetivo é oferecer estas espécies com qualidade para o repovoamento das áreas rurais, incentivando pequenos negócios no campo, além de contribuir para a alimentação de toda a família.

Os animais Label Rouge e Embrapa 051 são empregados em finalidades diferentes. Enquanto um frango caipira precisa de 180 dias para produzir 1,4 kg de carne, a linhagem Label Rouge, com 90 dias, pesa 2,6 kg. Já as animais da Embrapa 051 são conhecidos pela alta produção de ovos. Uma galinha comum bota 70 unidades por ano, já o animal da linhagem, produz 240.

Luiz Alberto informou também que para iniciar a produção de marrecos, o produtor vai precisar de um espaço reservado. “Para uma pequena criação, os marrecos podem ficar cercados por uma tela, perto de um lago com uma área coberta onde ficarão os ninhos, comedouros e bebedouros”, diz.

Ele explicou ainda que o marreco é uma ave de fácil manejo, possui alta resistência contra doenças e crescimento rápido (em 50 dias apresenta 2,6kg e produz 220 ovos por ano).

Mais informações sobre os projetos de avicultura podem ser obtidas na Secretaria de Agricultura, na BR 356, km 2, no antigo Mercado do Produtor ou através do telefone (22) 3824-6373.

 

› FONTE: Macaé News (www.macaenews.com.br)


sem comentários

Deixe o seu comentário