Macaé News
Cotação
RSS

Ivete Sangalo, Nego do Borel e companhia agitam encerramento da Paralimpíada

Publicado em 18/09/2016 Editoria: Olimpíadas 2016 sem comentários Comente! Imprimir


A histórica Paralimpíada do Rio 2016 está no fim. Para celebrar a competição na qual o Brasil fez a melhor campanha de sua história, nada como uma cerimônia de encerramento à altura. Assim como a festa que aconteceu no término das Olimpíadas,  a dos Jogos Paralímpicos Rio 2016 deve exaltar a cultura brasileira. O evento deve começar às 20h (de Brasília), no Maracanã.

A cantora baiana Ivete Sangalo será uma das principais atrações (mais detalhes sobre a participação dela abaixo). O repertório de cantores que agitarão a festa é bem variado. Passa pelo tecnobrega da paraense Gaby Amarantos, axé de Saulo Fernandes, a MPB de Vanessa da Matta até o funk do Dream Team do Passinho. Completam a parte musical nomes como Andreas Kisser, Nação Zumbi, Nego do Borel, Armandinho, Céu, Jonathan Bastos, Saulo Lucas e o inglês Calum Scott.

Além de celebrar Rio de Janeiro e Brasil, a festa contará com a retrospectiva dos melhores momentos da Paralimpíada e com a passagem da bandeira Paralímpica para Tóquio, próxima sede dos Jogos em 2020.
Música exclusiva

Os Jogos Paralímpicos ainda ganharão uma música de celebração exclusiva. Lançada pela Som Livre em parceria com o Comitê Rio 2016, o som “Transformar”, cantada por Ivete Sangalo e o britânico Calum Scott,  é uma homenagem ao evento e será apresentada pelos artistas na cerimônia de encerramento da Paralimpíada.

A letra, composta por Cesar Lemos e Nelson Motta, fala sobre coragem e traz uma mensagem de inspiração. O clipe da música ilustra essas mensagens com imagens de competições paralímpicas desta edição dos jogos. Parte da receita que for arrecadada pela música será doada para a Agitos Foundation, braço de desenvolvimento do Comitê Paralímpico Internacional criado há quatro anos com o objetivo de fortalecer esportes paralímpicos em todo o mundo.

"Ser chamado para cantar o tema paralímpico ao lado de Ivete Sangalo em seu país é uma honra! Estou muito orgulhoso de receber essa oportunidade de estar no Maracanã fechando um evento tão inspirador. Mal posso esperar para representar a Grã Bretanha numa ocasião tão especial e por estar rodeado de tantos atletas incríveis, incluindo os do meu próprio país. Muito obrigado por permitirem que eu faça parte da história, é a realização de um sonho", disse Calum.

› FONTE: US


sem comentários

Deixe o seu comentário

Digite as palavras abaixo: