Macaé News
Cotação
RSS

Jogos Paralímpicos começam nesta quarta-feira (7/9)

Publicado em 07/09/2016 Editoria: Olimpíadas 2016 sem comentários Comente! Imprimir


Entre os dias 7 e 18 de setembro, o Rio de Janeiro recebe o maior evento esportivo mundial envolvendo pessoas com deficiência: a Paralimpíada. Serão 11 dias de competição, onde atletas de 23 modalidades vão superar limites em 528 provas. A estrutura usada será a mesma dos Jogos Olímpicos. As disputas serão realizadas nas regiões Maracanã, Copacabana, Barra da Tijuca e Deodoro.

No Maracanã, reformado pelo Governo do Estado, serão realizadas as cerimônias de abertura e de encerramento amanhã e no dia 18 de setembro. Já o Engenhão receberá as competições de atletismo e o Sambódromo atenderá às disputas de tiro com arco.

Na região de Copacabana, o Estádio da Lagoa, a Marina da Glória e o Forte de Copacabana abrigarão competições. Após receber obras de adequação para a Olimpíada, o primeiro equipamento, do Estado, vai atender às modalidades de canoagem e remo. Já a Marina abrigará os torneios de vela e o Forte receberá as provas de atletismo e triatlo.

Localizado na Barra, o Parque Olímpico vai receber modalidades como basquete de cadeira de rodas, rúgby em cadeira de rodas, bocha, goalball, judô, esgrima em cadeira de rodas, futebol de 5 e natação. No Pontal, será realizada a prova de ciclismo. No Riocentro, três pavilhões estarão atendendo às competições de halterofilismo, tênis de mesa e
vôlei sentado.

Já o Complexo Esportivo de Deodoro será sede das competições de futebol de 7, hipismo e tiro esportivo.

– Com os Jogos Paralímpicos, mais do que torcer, os brasileiros terão a chance de se transformar, já que o maior evento esportivo do mundo envolvendo pessoas com deficiência mostra que todos possuem a capacidade de fazer a diferença. O público poderá acompanhar atletas de alto rendimento, que têm limitações, mas que, com esforço e dedicação, superam tudo e fazem esporte de alto nível, com performances incríveis – ressaltou o secretário-chefe da Casa Civil, Leonardo Espíndola.

Curiosidades

Bocha

Praticada por atletas com elevado grau de paralisia cerebral e deficiências severas, a competição consiste em lançar as bolas coloridas o mais perto possível de uma branca.

Goalball

Modalidade criada especialmente para deficientes visuais. Acontece em uma quadra do mesmo tamanho da de vôlei. De cada lado da quadra, há um gol. A bola usada tem um guizo em seu interior. Todos os atletas são, ao mesmo tempo, arremessadores e defensores.

Vôlei Sentado

Cada equipe é formada por seis atletas com alguma deficiência. Ganha a partida a equipe que vencer três sets. A quadra é menor do que na versão olímpica da modalidade. Os jogadores devem manter o contato com o solo o tempo todo.

Futebol de 7

Praticado por atletas com paralisia cerebral. Ocorre em um campo com no máximo 75m x 55m. A partida dura 60 minutos. Os jogadores pertencem às classes menos afetadas pela paralisia cerebral e não usam
cadeiras de rodas.

› FONTE: Agência Rio


sem comentários

Deixe o seu comentário

Digite as palavras abaixo: