Macaé News
Cotação
RSS

Homens da Força Nacional são atacados no RJ

Publicado em 11/08/2016 Editoria: Polícia sem comentários Comente! Imprimir


Três homens da Força Nacional de Segurança (FNS) foram atacados nesta quarta-feira  (10) por tiros disparados de dentro de uma favela perto do aeroporto internacional do Rio de Janeiro.

O soldado Hélio Vieira, que é de Roraima, foi atingido na cabeça e está sendo operado no Hospital Municipal Salgado Filho. O outro militar ferido passa bem e sofreu apenas um ferimento de raspão. Um terceiro militar não sofreu ferimentos.

O incidente ocorreu em um dos acessos à favela Vila do João, que fica às margens da Linha Amarela, via que leva do aeroporto para a Barra da Tijuca, bairro onde estão a Vila dos Atletas e o Parque Olímpico, coração dos Jogos Olímpicos do Rio.

O carro da Força Nacional, que foi enviada ao Rio como parte do esquema de segurança da Olimpíada, fazia uma patrulha de rotina e errou o caminho, indo parar na entrada da favela, onde foi recebido com tiros, de acordo com a fonte.

Ministro diz que dará resposta rápida à sociedade

O ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, disse há pouco que os militares baleados por traficantes foram vítimas de “uma intercorrência lamentável e covarde" ao errarem o caminho e entrarem na Vila do João.

Moraes disse que as forças de segurança do Estado estão no local e dois suspeitos de participarem da ação já foram identificados “e vamos atuar para prender essas pessoas rapidamente”.

O ministro disse também que vai se reunir com o ministro do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República, Sergio Etchegoyen, no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), “para analisar os fatos e dar uma resposta rápida à sociedade”.

Segurança continua a preocupar

Pouco antes dos Jogos Olímpicos, agentes da Força Nacional que já estavam na cidadepara o evento trocaram tiros com suspeitos quando faziam um deslocamento na Avenida Brasil, uma das principais vias expressas da cidade, e a viatura dos policiais foi atingida no retrovisor, mas ninguém ficou ferido.

A segurança tem sido um dos maiores problemas enfrentados pelos organizadores dos Jogos. Na terça-feira, um ônibus da Olimpíada com jornalistas foi alvejado por pedras, segundo autoridades, durante trajeto de Deodoro para o Parque Olímpicos, e duas balas perdidas já caíram no centro de hipismo dos Jogos.

› FONTE: band


sem comentários

Deixe o seu comentário