Macaé News
Cotação
RSS

Comissão define detalhes da passagem da Tocha em Rio das Ostras

Publicado em 15/07/2016 Editoria: Olimpíadas 2016 sem comentários Comente! Imprimir


Escolhida pelo Comitê Rio 2016, Rio das Ostras será uma das 329 cidades brasileiras a participar do revezamento da Tocha Olímpica. O símbolo passará pelo Município no dia 1o de agosto, quatro dias antes da abertura oficial do evento, no Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro.

Nesta quarta-feira, 13, membros da Comissão Municipal, o major Daniel Camacho, do 2º Destacamento do Corpo de Bombeiros em Rio das Ostras, e o Capitão Hudson Salgado, representando o comandante do 32º Batalhão da Policia Militar, Tenente Coronel Marco Aurélio Vollmer, se reuniram para acertar detalhes e garantir a segurança durante a passagem do fogo olímpico.

A Tocha Olímpica chegará à sede administrativa da Prefeitura ainda pela manhã do dia 1º de agosto e seguirá até a Praça José Pereira Câmara, onde haverá uma solenidade festiva. Pessoas representativas na cidade participarão do revezamento.

CONDUTORES - Estão entre os condutores da Tocha, o subsecretário de Esporte e Lazer e atleta olímpico Raphael Thuin; o morador Hélio Sarzedas, Dona Florisbela Lessa, de 103 anos, segundo o Comitê Olímpico, a segunda pessoa mais velha no País a conduzir a Tocha; a professora de natação e coordenadora do projeto Natação no Mar, Isabel Thomas, e a pentacampeã mundial de Jump Rope, Vivien Vajda. Ao todo, serão 15 pessoas da cidade a participar do revezamento, no qual cada participante conduzirá a Tocha por 300 metros.

AULAS - Os alunos da rede municipal irão participar das comemorações da passagem da Tocha Olímpica pela cidade. As escolas irão entrar em férias a partir do dia 6 de agosto.

TRÂNSITO - Durante a passagem da Tocha, um trecho da Rodovia Amaral Peixoto (RJ-106) terá que ser interditado ao tráfego. Motoristas de carros de passeio, transporte público e empresas de transporte serão orientados sobre as mudanças no trânsito e nos locais de estacionamento durante o evento.

› FONTE: Ascom


sem comentários

Deixe o seu comentário