Macaé News
Cotação
RSS

Termina nesta sexta-feira a votação popular para eleger a melhor marchinha em Rio das Ostras

Publicado em 28/02/2014 Editoria: Cultura sem comentários Comente! Imprimir


Com mais de 100 inscritos, concurso de Rio das Ostras chega à etapa final

Após se destacarem entre as mais de cem marchinhas inscritas e passarem mais uma vez por uma banca de jurados na apresentação do último sábado, 22, durante o Froc Folia, os compositores das três marchinhas finalistas encaram agora a última etapa do concurso: a votação popular. O prazo para que o público vote termina nesta sexta-feira, dia 28.

Disputam o gosto do público a Marcha da Cachaça dos compositores Mônica de Castro e Alexandre Manta; a Marchinha do Caju, de Chico Nacarati e Nininha; e a canção Izolina, de Adilson de Souza. As três são amplamente divulgadas por uma rádio local, para que as pessoas que não acompanharam a pré-seleção do concurso possam conhecer e escolher a sua preferida. No site oficial do concurso também é possível escutar as marchinhas, bem como votar.

A compositora Mônica de Castro e seu arranjador Alexandre Manta, de apenas 20 anos, ressaltam que ter conseguido chegar a essa etapa final do concurso já foi uma grande vitória. Unidos pela música, os dois se conheceram no Rio de Janeiro e por muitos anos tocaram juntos em bailes. Morando em Rio das Ostras, se encontraram e novos projetos foram aparecendo, até pintar a oportunidade desse concurso. “Nunca havíamos feito uma marchinha de carnaval antes, essa foi uma experiência completamente nova pra gente, que bom que deu certo”, diz Mônica.

Nininha conta que por muito pouco não conseguiu se inscrever. Incentivada pelo primo Chico Nacarati a participar do concurso, os dois fizeram tudo às pressas e foram a centésima inscrição, já faltando alguns minutos para o encerramento. Professora de música antiga na cidade, Nininha teve influência de músicos na família e decidiu estudar flauta no Conservatório Nacional, sempre apaixonada pelo chorinho. Para ela, o concurso de marchinhas realizado pela Prefeitura foi uma iniciativa maravilhosa para resgatar a verdadeira tradição do carnaval e dar espaço aos compositores da cidade para poderem divulgar um pouco a sua arte.

“Esse concurso foi uma felicidade muito grande pra mim, estou radiante por ter conseguido chegar até a final”, conta o compositor Adilson de Souza. Experiente em concursos musicais no Rio de Janeiro, Seu Adilson diz que também compõe serestassambas, tangos e até sinfonias, apesar de nunca ter estudado música na vida. “Como eu tenho um filho que necessita de cuidados especiais, a minha vida poderia ser triste, mas o contato com a música e esses concursos me renovam a felicidade, e então ganho mais forças para enfrentar os desafios”. 

Apesar do tentador prêmio de cinco mil reais que o primeiro colocado vai receber, não há clima de disputa entre os concorrentes. “Para nós, a participação desse concurso já valeu muito a pena. Divertimos, ficamos amigos e ainda teremos a imensa honra de apresentar nossas marchinhas com o acompanhamento da Orquestra Tabajara, no dia da final” destaca Mônica.

Ainda dá tempo de votar
 
Os votos para decidir o vencedor do Froc Concurso de Marchinhas podem ser feitos por meio dos telefones 2764-7115 / 2764-1768, urnas na Fundação e na Casa de Cultura; ou no próprio site do concurso: www. riodasoastras.rj.gov.br/ frocmarchinhas.com.br. A apuração dos votos será realizada no sábado, dia primeiro, na matinê da tenda instalada na Beira-Rio.
 

› FONTE: Macaé News (www.macaenews.com.br)


sem comentários

Deixe o seu comentário