Macaé News
Cotação
RSS

Macaé continua avançando nas obras do esgotamento sanitário

Publicado em 26/02/2014 Editoria: Geral sem comentários Comente! Imprimir


Com o objetivo de chegar ao final de 2015 com mais de 65% da população atendida com tratamento de esgoto, a Prefeitura de Macaé, que tem a meta levar o tratamento do esgoto a todo município no prazo de mais três anos, continua realizando obras de esgotamento sanitário. As ações acontecem através da Parceria Público Privada (PPP), firmada entre a Prefeitura, a Empresa Foz, responsável pela realização das ações, e a Empresa Pública Municipal de Saneamento, Esane, que fiscaliza o cumprimento das metas contratuais.

Em atendimento à busca da meta de ampliar o saneamento básico do município, a Prefeitura já colocou em funcionamento a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) do Mutum, através da qual Macaé passou a coletar e tratar 20 litros de esgoto por segundo - 20l/s. Esse tratamento já atende 5% da população de Macaé. A ETE está sendo ampliada, com conclusão da montagem prevista para março deste ano.

A ETE do Mutum, que forma o Subsistema Mutum, é composta de cinco bacias; a bacia 1, do bairro Mirante da Lagoa; a Bacia 1A, do Jardim Guanabara; a Bacia 1B, Vale do Cristais; a Bacia 2, São Marcos; e a Bacia 5, Morada das Garças.

No Mirante da Lagoa a rede coletora de esgoto instalada tem 3.086,24 metros e já foi concluída. No Morada das Garças, tem  2.761,99 metros - 96% já instalados. O Jardim Guanabara tem a rede mais extensa, com 7.388 metros, já estando instalados 33%. No São Marcos são duas redes, totalizando a rede B2 1.043 metros , com 41% já concluídos; e a rede B3, com 3.136 metros, já realizados 31%. A rede do Vale dos Cristais tem 1.416 metros e já foram instalados 17%. 

O Subsistema Mutum foi ampliado e através de instalação de uma linha de recalque e adaptação de elevatórias, passa a captar e direcionar o esgoto captado na orla da Praia dos Cavaleiros e Praia Campista para a ETE do Mutum, onde receberá tratamento.

Para cumprir as metas estabelecidas, já foi realizado o cadastro e o mapeamento da rede que será ligada a ETE Central, cujas obras estão previstas para começar em maio deste ano. Esta ETE vai captar e tratar 100 litros por segundo e vai atender a 25% da população macaense, representando o acumulado de tratamento de 30%.

A ETE do Lagomar, construída para captar e tratar 40 litros por segundo, aguarda o término e comissionamento para entrada em operação, prevista para junho deste ano. Esse ETE vai atender com tratamento do esgoto mais 10% da população.

Outra ETE, a do Aeroporto, será construída para captar e tratar 100 litros por segundo, com previsão de obras para janeiro de 2015, com capacidade de atender 25% da população de Macaé. Juntas, todas essas Estações vão atingir tratamento de esgoto para 65% da população total do município até o término de 2015.    

› FONTE: Macaé News (www.macaenews.com.br)


sem comentários

Deixe o seu comentário