Macaé News
Cotação
RSS

Os moradores reclamaram também da grande quantidade de mosquitos e falta de áreas de lazer

Publicado em 12/12/2015 Editoria: Tecnologia sem comentários Comente! Imprimir


Já imaginou um mundo sem o cartão de crédito de plástico? Segundo executivos do banco Itaú, essa realidade pode estar bastante próxima. A estimativa do banco é de que cada vez mais se coloque o cartão de crédito no meio online e no mobile, transformando-o em algo totalmente digital, tendo em vista os avanços deste meio. Mas o que essas novas tecnologias significam para o consumidor? Como afetam a segurança das transações?

Um levantamento da Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abecs) mostra que no primeiro semestre deste ano, os cartões de crédito responderam por 28,1% do consumo das famílias, e uma pesquisa de julho da associação mostra que 87% das pessoas usaram cartão para compras na internet, o que demonstra a presença que este recurso possui no Brasil.

A ideia agora é incorporar o cartão ao online de forma com que as pessoas sejam capazes de realizar compras utilizando seus smartphones como um cartão de crédito, alterando a maneira como os consumidores se relacionam com o consumo. O Itaú é um dos bancos que tem investido nessa questão, com o lançamento de um “cartão virtual” que permite que o consumidor use um aplicativo no celular para realizar transações.

Crescimento do e-commerce é um dos fatores para mudanças

As compras e vendas realizadas por meio da internet tem se intensificado. Segundo uma pesquisa realiza pelo E-bit, o e-commerce brasileiro registrou um aumento nominal de 16% no primeiro semestre de 2015, em relação ao mesmo período em 2014, obtendo um faturamento de R$ 18,6 bilhões.

Para o diretor da área de cartões do Itaú Unibanco, Marcos Magalhães, afirma que a ideia de trazer o cartão de crédito totalmente para o meio digital está sim ligada ao crescimento do e-commerce, mas ele ressalta que existem ainda outros fatores. “São duas coisas: a segurança e a conveniência. O cartão ‘virtual’ já dispensa por si só o uso do plástico, então você não precisa tirar seu cartão da carteira para fazer uma compra. Além disso, ele não pode ser utilizado no futuro por fraudadores”, afirma, esclarecendo que o cartão virtual funciona gerando um número que é utilizado para efetuar uma compra específica. Após a transação, o número se torna inválido, impedindo que ele seja utilizado novamente, o que segundo Magalhães impediria que o cartão fosse usado em ocasiões futuras por fraudadores.

› FONTE: US


sem comentários

Deixe o seu comentário