Macaé News
Cotação
RSS

Macaé terá Semana Municipal de Turismo

Publicado em 08/10/2015 Editoria: Trânsito sem comentários Comente! Imprimir


O autor, Welberth Rezende (PPS), destacou a importância do evento a fim de discutir políticas de turismo para a cidade

O autor, Welberth Rezende (PPS), destacou a importância do evento a fim de discutir políticas de turismo para a cidade

Uma proposição apresentada nesta quarta-feira (7), na Câmara Municipal de Macaé, aprovada por unanimidade dos vereadores presentes, indica a criação da Semana Municipal do Turismo para a última semana de setembro. O autor, Welberth Rezende (PPS), destacou a importância do evento a fim de discutir políticas de turismo para a cidade. “Temos a segunda melhor rede hoteleira do Estado, perdendo apenas para a capital, e queremos aproveitar esse potencial”, afirmou.

Welberth mencionou a reunião ocorrida nesta segunda-feira (5) com representações, além da Câmara, das secretarias Municipal e Estadual de Turismo, Comissão de Turismo da Assembleia Legislativa, proprietários, trabalhadores e entidades ligadas aos setores hoteleiro e gastronômico. Na ocasião, foi constada uma grave crise no setor. Entre outros encaminhamentos da reunião, está a reativação do Conselho Municipal de Turismo (Clique aqui para ler a matéria).

Segundo Welberth, a data coincide com a Semana Internacional do Turismo. Maxwell Vaz (SD) disse que nos últimos mandatos não tem havido uma política de turismo em Macaé. “Houve a indicação, feita pelo atual prefeito, do vice-diretor da Turisrio, mas parece que o indicado não conseguiu representar a cidade”. Ele lembrou que a crise do turismo gera desemprego e diminui a arrecadação. O vereador falou ainda da necessidade de licitar o Centro de Convenções e o Parque de Exposições para serem explorados pela iniciativa privada. Ele disse que os locais são pouco utilizados em acontecimentos de grande porte e, normalmente, servem a pequenos eventos isolados que pouco beneficiam o município. Welberth apoiou a ideia e sugeriu que a empresa vencedora da licitação se comprometa a realizar feiras de setores como os de carros, informática e cosméticos.

Crise incentiva a busca de soluções

Igor Sardinha (PRB) afirmou que os negócios do petróleo antes da crise fizeram com que não se investissem em outros setores, entre eles, o turismo. Ele recordou as riquezas da Serra Macaense e falou da necessidade de oferecer estrutura para o melhor funcionamento dos hotéis e restaurantes da região. “Um benefício dos tempos de crise é que nos incentiva a buscar soluções que em outros tempos são deixadas de lado.” Chico Machado mencionou que o turismo tem sido um dos setores usados por Portugal para sair da crise que atravessa. “A natureza nos deu o mar e a serra. Temos muito a explorar no setor”, disse Chico.

Já Luciano Diniz (PT) informou que a crise do setor hoteleiro já obrigou alguns estabelecimentos a fecharem as portas, sendo que a cidade dispõe de grande potencial turístico. “Temos também o Parque Nacional de Jurubatiba, com 14 lagoas. A balneabilidade é um grande atrativo. Estive lá recentemente e o administrador me informou que havia 800 pessoas nas lagoas do parque. É um grande potencial para o ecoturismo, que precisamos mostrar ao Brasil”.

O presidente da Câmara, Eduardo Cardoso (PPS), destacou que incentivar a política para o turismo é mais um serviço que a Casa presta ao município no atual momento de crise. “No passado, muito se discutiu e nada se fez. Agora, esperamos que isso mude”. Amaro Luiz (PRB) mencionou que Macaé dispõe também de ilhas e cachoeiras. “Precisamos mostrar essas riquezas para o mundo”, afirmou.

› FONTE: ASCOM


sem comentários

Deixe o seu comentário

Digite as palavras abaixo: