Macaé News
Cotação
RSS

Projeto Lugares de Memória: um mergulho na história de Macaé

Publicado em 29/09/2015 Editoria: Cultura sem comentários Comente! Imprimir


As visitas guiadas do projeto acontecem sempre nó último domingo de cada mês, de março a novembro

As visitas guiadas do projeto acontecem sempre nó último domingo de cada mês, de março a novembro

Domingo, oito horas da manhã. Um grupo alegre se reúne em frente ao Solar dos Mellos, Museu da Cidade de Macaé, ponto de partida para mais uma edição das visitas do Projeto Lugares de Memória, organizado pela prefeitura. Dessa vez, o local escolhido foi o Parque Atalaia, na região serrana, que além de ser um lugar dedicado à preservação da natureza,  parte da história do município.

Esta foi a segunda turma levada pela equipe do Solar dos Mellos ao Parque Atalaia: o grupo reuniu famílias inteiras, que aproveitaram uma manhã de domingo diferente. “O dia de sol ajudou e o passeio foi perfeito”, disse a secretária executiva Zilma de Oliveira, que junto com outras 30 pessoas conheceu um pouco mais sobre o Parque Atalaia, local onde foi implantado o primeiro projeto de canalização de águas da história do município. Além da aula de história, os visitantes viram de perto as belezas naturais do parque, criado em 1995, por meio de uma lei municipal.

As visitas guiadas do projeto acontecem sempre nó último domingo de cada mês, de março a novembro. “Implantamos o projeto há um ano e oito meses, e temos recebido um excelente retorno da população. Nas visitas, mostramos a importância de cada lugar para a história do nosso município e sempre tem boas histórias sobre os personagens ligados a eles”, explicou a vice-presidente de Acervo e Patrimônio Histórico da Fundação Macaé de Cultura, Gisele Muniz, responsável pelo projeto.

Desde a sua criação , o projeto está referenciando os espaços de identificação da memória coletiva da cidade.  Em cada local, a equipe cataloga as suas características arquitetônicas, volumes significativos de documentos e objetos que integram o patrimônio cultural do município, e que são passíveis de preservação. Nos espaços de memória são realizados os trabalhos de identificação, inventário, higienização, organização, acondicionamento do acervo, criação de guia para pesquisa e a implantação de visita guiada para o público.

Os próximos passeios serão à Fazenda Airis, também na região serrana, e à Ilha de Sant’Anna. Para participar, basta se inscrever pelo telefone (22) 2759-5049 ou pelo e-mail museumacae@yahoo.com.br. É bom se inscrever com antecedência, pois as vagas são limitadas.

› FONTE: ASCOM


sem comentários

Deixe o seu comentário