Macaé News
Cotação
RSS

Abertas inscrições para Festival de Dança Afro-brasileira

Publicado em 08/09/2015 Editoria: Cultura sem comentários Comente! Imprimir


Estão abertas até o próximo dia 20 (domingo), as inscrições para o primeiro Festival Municipal de Dança Africana e Afro-brasileira de Macaé. Os interessados podem se inscrever pelo site da Prefeitura de Macaé, por meio do endereço eletrônico www.macae.rj.gov.br, no qual deverão ser indicados os gêneros de dança. O festival vai acontecer no dia 26 de novembro, às 13h, no Centro de Convenções Jornalista Roberto Marinho.

O festival é direcionado aos alunos da rede municipal devidamente matriculados em turmas da Educação Infantil, primeiro segmento do Ensino Fundamental (1º ao 5º ano), segundo segmento (6º ao 9º ano) e Ensino Médio. O tema, que será apresentado nas produções coreográficas de dança dos participantes, será “Danças Africanas e Afro-brasileiras”.
O objetivo da programação é incentivar a valorização histórica cultural da população negra brasileira, macaense, nas unidades de ensino da rede municipal, através da dança, com apresentação de coreografias inéditas dos gêneros e estilos musicais africanos e afro-brasileiros.

O Iº Festival de Dança Africana e Afro-brasileira de Macaé é uma ação da Secretaria de Educação, por meio da Subsecretaria de Educação na Saúde, Cultura e Esporte, por meio do Programa de Cultura Afro-brasileira e Indígena das escolas.

De acordo com o Secretário de Educação, Guto Garcia, um dos principais objetivos do festival é estimular a criatividade individual e coletiva dos alunos e professores, com desenvolvimento e competências culturais, por meio da produção de coreografias de danças. Já a subsecretária de Educação na Saúde, Cultura e Esporte, Andrea Martins, destacou que entre as propostas do festival estão incentivar, estimular o interesse dos alunos pela dança como forma de arte, contribuir para o despertar do conhecimento cultural e reforçar o processo de formação da cidadania dos alunos.

Para a programação, a equipe que atua no Programa de Cultura Afro-brasileira dividiu a programação em três etapas. A primeira seleção será de até vinte melhores escolas. Já na segunda fase serão escolhidas as dez unidades municipais que mais se destacarem. O figurino dos alunos poderá ser livre.

Durante o festival, cada Unidade Escolar poderá inscrever uma coreografia, com no máximo oito participantes. As apresentações poderão ser dos seguintes gêneros: africanas e afro-brasileiras. Além disso, conforme o regulamento, cada coreografia poderá ter no máximo cinco minutos e o mesmo grupo poderá apresentar apenas uma coreografia. Outro critério é que a coreografia que exceder o tempo estipulado será penalizada com a perda de um ponto a cada dez segundos de atraso.

Ensaios - Os horários de ensaio no local do evento serão determinados pela comissão organizadora e serão definidos conforme a chegada da Unidade Escolar participante.

Julgamento - Para avaliar as escolas participantes, de acordo com as responsáveis, Alice Lopes e Angélica Gonçalves, será formada uma comissão julgadora, que vai avaliar criatividade, empatia, domínio coreográfico, interpretação e fidelidade histórico-cultural.

Premiação - Todos os participantes do Iº Festival Municipal de Dança Africana e Afro-brasileira de Macaé receberão certificados. Também serão distribuídas medalhas para todos os integrantes do grupo e coreógrafo e troféus para as escolas dos respectivos grupos.

› FONTE: ASCOM


sem comentários

Deixe o seu comentário