Macaé News
Cotação
RSS

Encontro Entrelaçando Linguagens é sucesso na rede municipal

Publicado em 05/08/2015 Editoria: Cultura sem comentários Comente! Imprimir


O encontro, que teve o objetivo de valorizar conhecimentos e expressões dos alunos

O encontro, que teve o objetivo de valorizar conhecimentos e expressões dos alunos

Dezenas de educadores lotaram o primeiro encontro do projeto Entrelaçando Linguagens nesta quarta-feira (5). A programação, realizada no Centro de Convenções Jornalista Roberto Marinho, contou com participação de especialistas em Educação. Professores da Educação Infantil, Ensino Fundamental e gestores das 104 escolas da rede municipal tiveram a oportunidade de enriquecer conhecimentos com apresentação de temas voltados para inteligência e leitura.

A programação foi iniciada com apresentação da banda da Secretaria de Educação. Em coro, os participantes, que cantaram os hinos nacional e de Macaé, foram alvos de elogios da mestre em Ciência da Arte, escritora, atriz e contadora de histórias, Bia Bedran, que ministrou a palestra “A importância da leitura e de brincadeiras nas séries iniciais”. "Macaé me surpreendeu. Nunca vi professores tão envolvidos com a beleza melódica de um hino. Fiquei emocionada”, contou. Bastante aplaudida, a escritora  interagiu com o público ao tocar violão, cantar e dançar com alguns participantes do evento. “Estou feliz. Parabenizo a Secretaria de Educação por mobilizar os educadores em uma programação voltada para atualização. Sei que a rede municipal conta com profissionais empenhados como os contadores de histórias do grupo HistoriArte, que exercem um importante papel no ensino”, disse.

Bia Bedran elencou ainda que o reforço ao lúdico é fundamental. “Ler, ouvir, cantar e brincar devem fazer parte da Educação Infantil ao curso superior. O professor não deve esquecer da brincadeira voltada para o cotidiano e objetos associados à infância. Não podemos esquecer que contar histórias não é privilégio de artista e sim uma habilidade de todos. Em um acervo familiar, de uma biblioteca ou sala de leitura, podemos encontrar verdadeiros tesouros literários, que ganham vida no coração dos estudantes", disse.

Mais palestras - Outro destaque foi a palestra "Inteligência se aprende", proferida pelo doutor em Matemática Aplicada e secretário de Educação, Guto Garcia. Antes de destacar a temática, o professor também apresentou as dez metas da rede municipal. “Temos propostas para serem realizadas em curto, médio e longo prazo. O foco é o reforço da educação e valorização dos professores”, observou. Na ocasião, Guto Garcia enfocou o ciclo de aprendizagem. “O bom sono, atividade física e alimentação são pilares essenciais da educação. Não podemos esquecer que o ideal é que após apresentação do conteúdo na sala de aula, o aluno estude no mesmo dia, o que vai permitir o verdadeiro aprendizado. Quanto maior preparação a cada dia, maior aprendizagem. O aluno irá ver bom resultados nos estudos se for bem articulado na fala e escrita”, comentou.

Ao citar os sete tipos de inteligência, Guto frisou a importância da harmonia dos hemisférios norte e sul do cérebro. “Professores, temos que ensinar e utilizar novas maneiras de aprendizagem, o que vai permitir um maior interesse dos estudantes. Para isso, o ideal é aplicar exercícios para serem realizados em casa, o que vai propiciar o real aprendizado”, ressaltou.

O encontro, que teve o objetivo de valorizar conhecimentos e expressões dos alunos, a partir de diferentes linguagens, também contou com a participação da educadora, que foi vice-prefeita, Marilena Garcia.

O evento, que contou com apoio da Odebrecht Oil & Gas, foi encerrado com a musicalidade e coreografia coletiva de Bia Bedran, ao encantar a plateia com as historias “O menino que foi ao vento Norte” e “Brincadeira da boneca de lata”.

› FONTE: ASCOM


sem comentários

Deixe o seu comentário