Macaé News
Cotação
RSS

Prefeitura de Macaé começa intervenções na Vila Badejo

Publicado em 08/06/2015 Editoria: Geral sem comentários Comente! Imprimir


A equipe da prefeitura ouviu da diretora Ana Beatriz Curvelo as demandas da unidade escolar

A equipe da prefeitura ouviu da diretora Ana Beatriz Curvelo as demandas da unidade escolar

O prefeito Dr. Aluízio se reuniu nesta terça-feira (2), no Centro de Convenções Jornalista Roberto Marinho,  com a Associação de Moradores da Vila Badejo. Na quarta-feira (3), uma equipe da prefeitura esteve na comunidade, verificando as necessidades que começaram a ser atendidas no mesmo dia, como no caso de Segurança Pública. Uma viatura da Guarda Municipal iniciou ronda por todo bairro, atendendo inclusive as duas escolas municipais para dar apoio à segurança dos estudantes, funcionários e moradores da comunidade.

Formada pelos secretários de Obras Públicas e Urbanismo, Antônio Pires, de Limpeza Pública e Manutenção, Célio Chapeta, assessores e técnicos das secretarias de Obras, Mobilidade Urbana e de Segurança Pública, a equipe da prefeitura vistoriou as ruas da localidade, a praça e a Escola Municipal de Educação Infantil Professor Afonso Correa Sabino, que atende a 170 crianças de dois a cinco anos, em horário integral, de 7h30 às 17h.
A equipe da prefeitura ouviu da diretora Ana Beatriz Curvelo as demandas da unidade escolar. “Questões como problemas na iluminação, esgotamento sanitário, sinalizações de trânsito para garantir a segurança dos alunos e funcionários das escolas e abastecimento de água, cuja demanda será encaminhada à Cedae, foram abordadas. As demais solicitações da Vila Badejo serão encaminhadas aos órgãos responsáveis e atendidas prontamente pela prefeitura, não só na escola, mas em todo bairro, conforme determinação do prefeito Dr. Aluízio”, colocou o secretário Célio Chapeta.

Correios
Outra solicitação dos moradores na reunião do Centro de Convenções foi a insatisfação da comunidade com o serviço dos Correios. O prefeito destacou que, para minimizar a questão, a prefeitura mantém uma parceria com a empresa, através do Programa de Correios Comunitários, mas mesmo assim, a demanda ainda é grande. Ele propôs uma audiência pública para discutir o assunto.

› FONTE: Ascom


sem comentários

Deixe o seu comentário