Macaé News
Cotação
RSS

Testes vão definir a retomada de produção em Tubarão Azul

Publicado em 07/02/2014 Editoria: Economia sem comentários Comente! Imprimir


Testes serão feitos com o uso da unidade flutuante FSPO OSX-1

Testes serão feitos com o uso da unidade flutuante FSPO OSX-1

Avaliação será possível depois de um acordo entre a OGX e a OSX

Deve seguir até o dia 28 de fevereiro, os testes que vão de­finir se há condi­ções satisfatórias para a reto­mada da produção, no campo de Tubarão Azul, na Bacia de Campos. A ação foi possível graças a um acordo firmado entre a OGX Petróleo e Gás, em recuperação judicial, com a OSX 1 Leasing B.V. e com a OSX Serviços Operacionais.

A intenção é que o traba­lho defina os custos neces­sários para que seja avalia­da a viabilidade do reinício das atividades. Os testes, de acordo com o comunicado da Óleo e Gás Participações (OGpar), ex-OGX, serão com o uso da unidade flutuante FPSO OSX-1.

BRIGA JUDICIAL

Vale lembrar que a ex­-OGX chegou a acordo para postergar para esta sexta-fei­ra, dia sete, a apresentação do plano de recuperação judi­cial. A empresa negocia com os credores os termos de um empréstimo de US$ 200 mi­lhões a US$ 215 milhões que seria destinado ao custeio das operações da companhia e de suas necessidades de fluxo de caixa. Isso estava previs­to em um acordo fechado no final do ano passado entre a empresa e os credores de US$ 3,8 bilhões em títulos da companhia.

As dívidas da empresa estão em cerca de US$ 5,8 bi­lhões, ou seja, o equivalente a R$ 13,6 bilhões. Pelo acordo fechado com os principais credores, elas serão converti­das em ações. Se o plano for implementado em sua tota­lidade, os atuais credores da OGX deterão 90% do capital da empresa reestruturada e a participação dos atuais acio­nistas será reduzida para 10% do capital da empresa.

› FONTE: Macaé News (www.macaenews.com.br)


sem comentários

Deixe o seu comentário